Depois da última árvore sem frutos e do último rio envenenado, o homem perceberá que não se come dinheiro.

com calor? Corta mais uma árvore!
Isi Golfetto
Nossos hábitos diários refletem diretamente na preservação ou degradação do meio ambiente. Adotar posturas conscientes podem ajudar a minimizar esse impacto negativo. Como notamos, a natureza agredida se defende e responde na mesma proporção.
Se você tem metas para um ano.... plante arroz...
se você tem metas para 10 anos.... plante uma árvore...
se você tem metas para 100 anos... eduque uma criança...
mas, se você tem planos para salvar a Natureza...
eduque as pessoas a preservarem o meio ambiente.

Não destrua... evolua... não existe um Planeta B

Que calor!!!
Nossa, esse calor está insuportável!!!
Alguns ainda ironizam comentando... estou sobrevivendo a base de máquinas... ar condicionado, ventilador...
Será que somos tão alienados a ponto de continuar destruindo o único planeta que temos para viver?
Proteger o nosso Planeta é missão de todos nós. Proteger o meio ambiente é proteger a nossa própria vida!
Somos responsáveis pelo nosso Planeta. Não existe um Planeta B.
A cada dia que passa precisamos nos conscientizar que as nossas ações refletem diretamente na preservação do Meio Ambiente ou na sua degradação.
O assunto é amplo e complexo. É indispensável estarmos atentos aos alertas e orientações que os especialistas divulgam e colaborarmos adotando uma postura consciente para minimizar o impacto ao meio ambiente e repassarmos essas informações a outras pessoas que podem não ter acesso a esse conhecimento.

Quando for jogar algo fora, lembre-se... não existe FORA!

Hábitos sustentáveis podem minimizar os impactos ambientais
Muitos de nós temos hábitos sustentáveis que foram incorporados em nossos lares como...
a economia de energia elétrica e de água,
a reciclagem do lixo - a separação do lixo orgânico (material de origem biológica - proveniente de animal ou vegetal e o descarte do óleo de cozinha usado), do lixo residual (embalagens plásticas e cartonadas (longa vida), latas, vidros, papéis, jornais e revistas),
o descarte correto dos equipamentos eletrônicos, lâmpadas e pilhas encaminhando-os a um ponto de coleta autorizado,
o descarte dos medicamentos (medicamentos vencidos ou não, embalagens laminadas (blister) e seringas) levando-os sempre até um ponto de coleta (em geral as farmácias). Atenção - nunca descarte os medicamentos nas redes de esgoto ou no lixo.
Pequenas mudanças no estilo de vida refletem em grandes benefícios para o Planeta. No entanto, estas ações ainda que benéficas e necessárias, não são suficientes.
É importante lembrar que o lixo retirado da nossa casa não significa o fim dessa história.
Cada cidade tem um local para dar um destino final ao lixo. Ou ele vai para o lixão ou para um aterro sanitário. O lixão, além de ter um visual deplorável e atrair insetos, ratos entre outros animais, tem um impacto nocivo ao meio ambiente poluindo o ar, o solo, as águas subterrâneas e superficiais, atraindo sobretudo gente que tenta sobreviver dos restos daquele lixo. Outro local é o aterro sanitário, uma área dotada de impermeabilização no solo, drenagem e tratamento dos efluentes e gases gerados que impossibilitam a contaminação da região e permitem monitoramento ambiental além de vigilância.
O hábito de consumo é um outro gerador da produção excessiva de lixo.
Diminuir o volume desse lixo é um hábito que deve ser levado a sério. Esse processo começa na diminuição da sua produção excessiva que propõe a ideia dos 3 Rs... Reduzir, Reutilizar e Reciclar.
Reduzir. A sugestão é diminuir a quantidade de lixo residual que produzimos, ou seja, adotarmos hábitos de adquirir produtos que sejam reutilizáveis como guardanapos de pano, sacolas ecológicas para fazer as compras, embalagens reutilizáveis para armazenar alimentos e procurar eliminar os produtos descartáveis.
Reutilizar. Aqui a ideia é a reutilização de embalagens aproveitando os materiais como garrafas pet e vidros para outras finalidades como o armazenamento de líquidos ou na organização de materiais de escritório, entre outros.
Reciclar. Transformar o resíduo em matéria-prima ou novo produto. A reciclagem é uma excelente ferramenta e precisamos continuar com esta prática. Você vai encontrar sugestões de materiais que podem ser reciclados na internet.
Pequenas ações, grandes mudanças. Ao comprar alguma coisa recuse sacolas plásticas, prefira sempre embalagens retornáveis. No escritório evite imprimir documentos se não for essencial e procure criar a cultura do uso de copos de vidro, xícaras de café, colherzinhas de inox.
Cuidado redobrado com modismos e propaganda. A propaganda exerce um poder de provocar uma deformação das necessidades e fazer com que as pessoas consumam sem raciocinar! Com o avanço tecnológico o celular se destaca como um objeto de status, de desejo e satisfação social entre os equipamentos eletrônicos. E assim, o indivíduo vai, cada vez mais, consumindo as novidades de forma compulsiva e espontânea, buscando sempre as últimas novidades sem raciocinar sobre a sua real necessidade. A consequência é a produção excessiva de lixo, sendo, muitas vezes, o descarte realizado de maneira inconsequente, produzindo sérios danos ao planeta.
Conscientização e mudança no estilo de vida.
Criamos um grave problema para o Planeta e para nós mesmos. 
A humanidade está sofrendo os impactos negativos das próprias ações. Cabe a cada um de nós nos conscientizarmos e colocarmos em prática as alternativas que nos ajudam a cuidar melhor do meio ambiente para que possamos ter um Planeta mais saudável.
mudança no estilo de vida através da substituição de pequenos hábitos pode fazer uma grande diferença na Natureza contribuindo para a construção de um futuro melhor para todos nós e para as próximas gerações.
Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos, mas o que não podemos esquecer é a urgência de deixarmos filhos melhores e comprometidos em benefício do nosso planeta.  A Natureza agradece!
Qual o novo hábito você está disposto a colocar em prática?
Proteger o meio ambiente é a nossa missão. E se alguém lhe disser que proteção ambiental é bobagem... não dê ouvidos... faça a sua parte!
Quando agredida... a natureza não se defende, ela se vinga!
Foi um prazer estar em sua companhia.
Um grande abraço
Isi

No fundo, a verdade é que você sempre sabe a coisa certa a fazer. A parte difícil é fazê-la. Norman Schwarzkopf

Faça o que é certo, não o que é fácil!
Isi Golfetto
Fazer o que é certo nem sempre significa fazer o que é melhor para si mesmo. Quem se compromete a fazer o que é certo terá que decidir entre saber o que é certo e fazer o que é certo. Quando temos esse propósito muitas escolhas não serão fáceis. Mesmo porque fácil não é sinônimo de certo.
O errado é errado mesmo que todos estejam fazendo...
o certo é certo mesmo que só você o faça...
o errado é errado mesmo que ajude você. 
Saber o que é certo e fazer é uma questão de valor pessoal!
Você sabe quais são os seus valores pessoais mais marcantes?
Uma forma de ter clareza sobre os seus valores é através do autoconhecimento. Você pode identificar o que é imprescindível, aquilo que é fundamental e que possui alto significado em suas ações.
Valores são pessoais. Os seus valores influenciam em sua motivação, sendo um indicativo sobre o porquê você age ou reage dessa ou daquela maneira.
Por outro lado, a sua interpretação do certo e errado pode diferenciar do certo e errado na visão de outra pessoa. Contudo, as suas ações sempre vão exercer um grande impacto na vida do outro.
É tão mais fácil uma cara fechada logo cedo depois de não encontrar uma vaga para estacionar... mas, a gente sabe bem a diferença que faz receber ou dar um sorriso. É tão mais fácil criticar alguém por um erro cometido... mas, a gente já percebeu o quanto um elogio sincero faz a diferença em nossa autoestima.
As nossas ações têm o poder de transformar positivamente, ou não, o dia de alguém. 

Se ficar na dúvida entre fazer o que é certo ou errado, basta pensar no que não gostaria que fizessem com você!

Vamos supor que você esteja atrasado para um compromisso em virtude de um imprevisto no trânsito por causa da chuva torrencial que cai.
A cidade está quase parada.
Quando chega ao local para estacionar nota que há apenas duas vagas disponíveis demarcadas: uma para idosos e outra para pessoas com necessidades especiais e você não se enquadra em nenhum dos dois perfis.
O que você faz... estaciona em uma delas ou fica circulando até encontrar uma vaga convencional?
Como você é uma daquelas pessoas que faz o que é certo, opta por continuar a circular e torcer para encontrar uma vaga.
A chuva, felizmente está diminuindo.
Depois de alguns minutos circulando você avista um carro saindo de uma vaga e estaciona. Ao descer percebe que parte do carro está sobre a faixa de pedestres porque o outro motorista não estacionou corretamente.
O que você faz se o seu tempo está no limite... deixa o carro ali mesmo ou vai procurar outra vaga?
Não pensa nem duas vezes, você procura fazer o que é certo, porque não existe maneira certa de fazer algo errado. Então você entra no carro novamente e vai atrás de outra vaga.
A essa altura você decidi ligar avisando que vai se atrasar.
A chuva, por sua vez, resolveu engrossar.
Finalmente, você avista um carro saindo de uma vaga. Não podia ser melhor... e bem próximo ao local onde precisa ir.
Ao se aproximar percebe que um carro com duas pessoas idosas também está na disputa pela vaga, apesar de não ser a específica para eles.
O que você faz? Avança e entra na vaga e corre para o seu compromisso ou cede a vaga?
É preciso mais coragem para ousar fazer o que é certo do que temer fazer o errado.  Abraham Lincoln
A mudança é uma semente que plantamos que só se desenvolve e cresce se dela cuidarmos.
Qual a sua flor preferida? Vamos fazer o seguinte... estou deixando aqui as sementes da sua flor predileta.
Explico. Imagine que a cada ação que você fizer para mudar positivamente uma situação estará plantando essa semente. Se a cada dia você persistir em cuidar dela em pouco tempo estará colhendo belas flores que além de embelezarem e perfumarem o ambiente poderão alegrar e modificar a vida de pessoas que convivem ao seu lado.
Quando tivermos a consciência do impacto das nossas ações na vida do outro vamos nos comprometer a ter disciplina e constância para mudar, como nos mostra a reflexão do vídeo fácil ou difícil.
As suas palavras podem expressar aos outros o que você pensa... mas são as suas ações que vão demonstrar, realmente, os seus valores. 
Que as nossas ações exalem o perfume das flores por onde passarmos.
Foi um prazer estar em sua companhia.
Um grande abraço
Isi
Outros textos sobre ESCOLHAS & CONSEQUÊNCIAS. Boa leitura.
Perde-se o que nunca se teve.  Como minimizar os riscos de uma decisão equivocada.
Somos nossas escolhas. Decidir entre as escolhas
O peso que carregamos. Como aliviar a bagagem?
Escolhas & Consequências. Colhemos o que plantamos.
Vai ser feliz. Decida ser feliz.
Let go and it will flow. Viva as suas escolhas.
Siga-me nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia

Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher

De que adianta achar o culpado se o problema continua sem ser resolvido. Fernando Lapolli

De que adianta...
Isi Golfetto
Não importa o tamanho nem as proporções que ele toma... a resolução de problemas é uma das habilidades essenciais na vida de qualquer pessoa.
O modo como você vê o problema e o que busca para a sua solução
irá determinar seu sucesso ou seu fracasso. 
Ou você busca a solução... ou é parte do problema!
Já notou como algumas pessoas reagem quando algo dá errado? Em geral, investem o seu tempo e energia em provocar discussões sobre o ocorrido ao invés de ajudar na busca da solução para o problema. 
É uma tendência humana culpar o outro antes de refletir sobre si mesmo. Ao culpar o outro, transfere-se para esse toda a responsabilidade do que está acontecendo. Ao pensar assim a pessoa se fecha em si mesmo e ao outro. Com esta atitude as possibilidades de diálogo diminuem e gera-se um outro problema... um conflito.
Se você insiste em culpar alguma coisa ou alguém pelos problemas você nunca vai aprender porque eles foram colocados em seu caminho.
Somente quando o problema é visto sob a perspectiva correta, como um objetivo maior a ser alcançado, não há dificuldade que impeça de o solucionar. John Maxwell, autor do livro Surpreenda-se Com Seu Potencial, aponta alguns princípios para a solução de problemas.
Concentre-se nas soluções... não nos problemas!
Princípios para solucionar problemas
Não há problema sem solução. Você pode não saber como resolver todos os problemas, mas isso não quer dizer que eles sejam impossíveis de serem solucionados. Significa apenas que você ainda está no processo.
Defina o problema de forma clara. Ao definir o problema de maneira clara você está mais próximo da solução. Ao visualizar a questão a mente conseguirá enxergar a solução.
Divida-o em partes. Os generais, que conhecem estratégias militares eficientes, não atacam todas as frentes ao mesmo tempo. Eles procuram uma área mais fraca e concentram o ataque naquele ponto até conseguir atingir as linhas inimigas. Da mesma forma você, divida o problema em partes. Analise um ponto que permita uma solução mais rápida e se esforce por eliminá-la. Depois, passe para o próximo ponto até que o problema tenha sido solucionado.
Faça uma lista de ideias que possam ajudar a resolver o problema. É muito comum as pessoas tentarem resolver suas dificuldades usando seus próprios recursos em vez de solicitar ajuda externa.
Visualize as diferentes ações. Pense a respeito de todo o processo antes de atacar o problema. Assim estará em condições de vislumbrar as suas ações e terá bem claro quais poderão funcionar.
Pense em todas as ações possíveis. Coloque no papel pelo menos 5. Quase sempre as pessoas focam em apenas uma alternativa e se não funcionou chegam a conclusão de que o problema não tem solução. Quando você vê o problema por várias perspectivas uma das soluções será viável.
Coloque o seu plano em ação. Não pare na escolha. Aja!
Não permita que o problema o impeça de tomar a melhor decisão. Acredite ou não, muitas vezes somos tentados a viver com o problema porque a solução vai magoar alguém. Mas, aqui vai um conselho... não troque a melhor solução por uma saída mais cômoda. A decisão certa precisa ser tomada independente de ser ou não uma solução que o outro irá assimilar com facilidade. Não espere demais para colocar a sua decisão em prática. Os problemas não se resolvem por conta própria. Ao contrário, se demorar ele amplia e se ramifica.
O modo como você vê o problema. O sucesso na solução de problemas está mais relacionado a própria pessoa do que com o problema. Não se trata do que acontece com você, mas do que acontece em você. Ou você busca a solução... ou você é parte do problema.
Quando você vê os problemas sob o ponto de vista correto e tem um objetivo maior que eles, não há dificuldade alguma que te impeça de solucioná-lo.
As pessoas mais felizes do mundo não são as que não enfrentam problemas, são as que aprendem a apreciar as possibilidades de crescimento contidas na dificuldade.
O vídeo De que adianta apresenta alguns pensamentos inspiradores. Enjoy!
Amar é admirar com o coração. Admirar é amar com a mente!
Foi um prazer e um privilégio estar em sua companhia.
Um grande abraço
Isi
Outros textos sobre CASAIS. Boa leitura.
Um dia para recomeçar. Renovando a esperança no amor
Decepção tem remédio? Como reagir diante da decepção
O silêncio é de ouro, mesmo? Como transformar um silêncio punitivo em silêncio que acalme o coração
Conto de fadas ou conto de falhas? Como reescrever o seu romance
Que tristeza... né? Como se reinventar depois de perder um grande amor
Dando a volta por cima. Princípios que podem ajudar você a se reencontrar
Siga-me nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher

Otimismo é esperar pelo melhor. Confiança é saber lidar com o pior. Roberto Simonsen

Calma... é aos poucos que a vida vai dando certo!
Isi Golfetto
Nas tempestades avassaladoras que a vida nos impõe podemos optar por ser um sobrevivente, uma vítima ou podemos escolher ser um vencedor. Todas essas ações requerem a mesma quantidade de esforço, no entanto, a decisão que tomarmos diante das adversidades será determinante entre ser uma pessoa resiliente ou resignada... a escolha é sua!
A vida não fica mais fácil ou mais complacente...
nós é que ficamos mais fortes e mais resistentes.
Desafios se tornam obstáculos quando você se curva diante deles...
Todos nós passamos por experiências dolorosas que não gostamos nem de lembrar. Experimentamos perdas, tragédias, desilusões. Em qualquer uma destas situações cada um irá lidar com elas de acordo com a sua capacidade de recuperação. 
Muitas pessoas sofrem mais que outras e se afundam em si mesmos podendo até afirmar que chegaram ao fundo do poço. Outras não sabem como irão superar aquele momento. Mas, há aqueles que vão dar o seu melhor ao lidar com o cenário e confiar que no final tudo vai melhorar.
O ser humano tem essa capacidade extraordinária de superar perdas e traumas e se adaptar a nova situação após cada experiência inesperada e voltar ao estado natural. Esta capacidade tem o nome de resiliência.
Resiliência é uma força que nos ajuda a recuperar das tormentas que batem furiosas ao nosso redor e que nos impulsiona a encontrar a esperança e a coragem para continuar. Essa força não nos permite encolher diante da tempestade, mas nos encoraja a aprender a dançar na chuva e lembrar que sempre haverá um arco-íris a nos aguardar. 
Ser essa pessoa resiliente significa ir em busca de uma solução eficaz para cada desafio ao invés de ficar se lamentando. É tirar proveito da experiência e aprender com o que vivenciou. É fazer a escolha entre ser resiliente ou resignado!

Eduardo Camello, autor do livro Supere - A arte de lidar com as adversidades afirma que pessoas resilientes possuem uma combinação de qualidades. 

São autoconfiantes. Acreditam em si mesmos e naquilo que são capazes de fazer.
Gostam e aceitam mudanças. Encaram as situações de estresse e adversidades como desafios a serem superados. Com sua grande tolerância às incertezas e ambiguidades conseguem trazer estabilidade em situações críticas ou caóticas.
Têm baixa ansiedade e alta extroversão. São abertos a novas experiências e formas de fazer as coisas. Nunca desanimam.
Autoconhecimento e autoestima. Conseguem administrar seus sentimentos e suas emoções em ambientes imprevisíveis e emergenciais. Respeitam a si mesmo e ao outro e sabem aceitar crítica sem ressentimentos e elogios sem arrogância.
São emocionalmente inteligentes. Conhecem suas emoções, sabem administrá-las, se fortalecem com as adversidades e diante delas se perguntam... como posso modificar isso? Qual o ensinamento por traz dessa situação negativa?
São altamente criativos. Procuram constantemente por inovações. Analisam os problemas sob vários ângulos e descobrem soluções diferentes para cada um.
Dispõem de uma eficaz capacidade de resposta. Mantêm altos níveis de clareza, concentração, calma e orientação frente às adversidades.
Que reações você tem diante de uma situação adversa?
Cada experiência, por mais adversa que possa ser é uma oportunidade que a vida oferece para você aprender, crescer, ser confiante. É saber que cada desafio só se torna um obstáculos quando você se  curva diante dele. É passar pela tempestade, escolher dançar na chuva e aguardar o arco-íris. 
E, uma vez que a tempestade acabar você não vai se lembrar como passou por ela... como fez para sobreviver a ela... nem vai ter certeza se ela realmente acabou. Mas, de uma coisa você terá certeza... não será mais a mesma pessoa que entrou nela. É para isso que servem as tempestades.
É aos poucos que a vida vai dando certo... posso não estar onde eu quero, mas não estou mais onde eu costumava estar.
Cada desafio em seu caminho se torna um obstáculo quando você se curva diante dele! Isi Golfetto
Um prazer estar sempre em tão boa companhia.
Grande abraço
Isi
Outros textos sobre SUPERAR A ADVERSIDADE. Boa leitura.
Por que eu? Por que não? Como enfrentar adversidades.
Depois do inverno... a primavera. Como manter o controle na adversidade.
A arte de manter o estado de paz. A reação diante dos fatos adversos determina o resultado.
Não seja um obstáculo para si mesmo. Se as circunstâncias não forem ideais... crie-as!
Let your faith be bigger than your fears. Acreditar em si mesmo é o resultado de resistir, persistir, ser resiliente.
Me acompanhe nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia.
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher. 


Não peça a Deus para guiar seus passos se não estiver disposto a mover os seus pés.

Não desista do que faz você sorrir!
Isi Golfetto
Pessoas bem-sucedidas são felizes porque conhecem o propósito de suas vidas. Possuem uma visão clara do que vieram fazer neste mundo e isto as mantêm motivadas e dispostas a realizarem sua missão. Elas deixam o mundo um pouco melhor do que encontraram.
Ninguém é pequeno demais para fazer a diferença.
 É um desperdício passar pela vida sem nada acrescentar.

Leve serão os nossos passos, se doces forem os nossos atos...

Você conhece pessoas que gostam do que fazem e fazem com prazer?
Elas emanam uma energia leve e parecem estar sempre em paz. A sua visão vai muito além de fazer algo para si mesma.
Elas querem fazer alguma diferença nessa vida. Elas compreendem que tudo termina aqui... portanto, sabem que o que vai realmente importar é o que fazem de útil... é o que elas vão deixar quando não mais estiverem aqui.
Certo homem morava em uma cidade pequena e trabalhava em uma fábrica longe de casa. Todos os dias ele pegava o ônibus às 6 horas da manhã e viajava 50 minutos até o trabalho.
Na parada seguinte entrava uma senhora idosa que procurava sempre se sentar próxima a janela. Abria a bolsa, tirava um pacotinho e ficava a viagem toda jogando alguma coisa para fora.
Um dia, o homem, curioso com o que a senhora fazia, decidiu se sentar ao lado e conversar.
Bom dia. Desculpe a minha curiosidade, mas o que a senhora está jogando pela janela?
Sementes.
Sementes de quê?
De flores. É que eu viajo nesse ônibus todos os dias e vejo essa estrada é tão vazia. Eu gostaria de poder viajar vendo flores coloridas por todo o caminho. Imagina como seria bom!!
Mas a senhora não vê que as sementes caem no asfalto, algumas são esmagadas pelos pneus dos carros e outras devoradas pelos passarinhos... a senhora acha que essas flores vão nascer aí, na beira da estrada?
Acho sim, meu filho. Mesmo que muitas sejam perdidas, algumas sementes sempre acabam caindo na terra e com certeza com o tempo vão brotar.
Mesmo assim, elas demoram para crescer e precisam de água...
Ahhh... mas sempre há dias de chuva! Eu faço a minha parte. Se eu não jogar as sementes, as flores nunca vão nascer.
Dizendo isso, a senhora se virou para a janela e recomeçou o seu trabalho.
O homem desceu logo adiante, achando que a senhorinha estava meio caduca.
O tempo passou. Um dia olhando pela janela o homem notou vários tipos de flores na beira da estrada... margaridas, hortênsias, rosas, cravos e dálias. A paisagem estava colorida, perfumada, linda!
Então ele se lembrou da velhinha, procurou-a pelo ônibus e...nada! Voltou-se para o motorista que conhecia todo mundo e perguntou:
E a velhinha das sementes?
Pois é, morreu de pneumonia no mês passado.
O homem ficou admirado olhando a paisagem florida pela janela e pensou...quem diria... e não é que as flores brotaram mesmo! Mas pensando bem, de que adiantou todo o trabalho dela se a coitada morreu e ela mesma não pode desfrutar dessa beleza!
Naquele instante, o homem ouviu, atrás de si, a conversa de uma garotinha, que entusiasmada apontava pela janela e comentava:
Olha mamãe, que lindo, quanta flor! Como se chamam aquelas azuis? E as brancas?
Só naquele momento o homem entendeu a visão daquela senhora. Mesmo não estando ali para contemplar as flores que havia semeado, ela deixou a estrada mais alegre, colorida e um presente maravilhoso para as pessoas que por ali passavam.
No dia seguinte, o homem entrou no ônibus, sentou-se ao lado da janela e com um sorriso nos lábios, tirou um pacotinho do bolso e...
Não é mudar o mundo, é deixá-lo um pouco melhor
E, você, o que o motiva a se levantar todas as manhãs e iniciar as suas atividades? O que está fazendo para fazer a diferença?
Você não tem que mudar o mundo. Apenas fazer com que ele seja um pouquinho melhor do que quando você nasceu.
Você pode ajudar o seu colega do trabalho com algo que não é da sua responsabilidade.
Você pode ajudar o seu filho com as atividades escolares.
Você pode ajudar em casa com alguma atividade doméstica.
Você pode ligar para um amigo e perguntar se ele precisa de ajuda.
Não precisa ser nada grandioso. Quando você faz pequenas coisas todos os dias, isso conta... isso faz a diferença... isso é o que importa.
Tudo termina aqui. Seja o seu projeto grande ou pequeno é o que você está fazendo hoje que vai ficar para o futuro. Que impacto isso terá na vida das pessoas?
A motivação coloca cada um de nós inteiros em direção aos nossos objetivos e o resultado mais provável é a nossa realização pessoal.
Que possamos deixar esse mundo um pouco melhor do que quando nele chegamos.
Foi muito agradável estar em sua companhia!
Um grande abraço
Isi
Outros textos sobre INSPIRAÇÃO & MOTIVAÇÃO. Boa leitura.
Viva a sua história.  O rumo da sua história é você quem dá
O valor do tempo.  Como valorizar o tempo
Quem realmente quer.  Razões para seguir o seu sonho
Para quem quer voar...  Determinação, ação que move ao objetivo
Melhor um oops... do que um e se...  Oportunidades definem a nossa vida
O que você pensa que não é.  Encontre o seu valor
Razões para ser grato.  Como ser grato quando nada parece fazer sentido.
Vai ser feliz...  O que determina o seu destino
Siga-me nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher