O professor semeia sonhos para que seus alunos colham estrelas.

A grandeza de um professor
Isi Golfetto
Ser professor é ver potencial onde outros só enxergam um caso perdido. Essa visão faz com que ele tenha em suas mãos o poder de transformar pessoas comuns em pessoas extraordinárias.  Isi Golfetto
Professor é aquele que tem sensibilidade para apreciar o talento 
dos seus alunos... coragem para desafiá-los a fazerem o seu melhor...
e sabedoria para ajudá-los a se tornarem aquilo que podem ser!
Como descrever essa figura mágica que sempre desperta em nós a curiosidade pelo conhecimento, que se torna o nosso herói, que em momentos necessários é severo conosco porque está nos moldando no melhor que podemos ser?
Sem dúvida, a grandeza de um bom professor, na vida de um aluno, é marcante.
Que virtudes podemos mencionar dessa pessoa que foi um ícone em nossa vida? Generosidade, sabedoria, encorajador, alguém que nos inspira.
O professor não é uma pessoa comum. Ele tem um dom especial, na realidade tem uma visão especial. Enquanto outras pessoas apenas enxergam um pau torto, ele tem a capacidade de ver um belo instrumento. Enquanto muitos enxergam uma pedra bruta, ele vê um diamante.
De tão especial é muito bom pronunciar essa palavra... pro-fes-sor!
Mas, qual seria o critério que poderíamos adotar para mensurar a grandeza de um professor?
Como conferir um valor a esse alguém que ajudou a formar o nosso caráter, que nos passou os valores que permeiam a nossa vida, que fez com que acreditássemos que podíamos resolver qualquer problema porque temos a capacidade de encontrar a solução, que sempre encontrou uma maneira de aguçar a nossa criatividade e nos convencer que somos melhores do que jamais suspeitamos?
Querido professor, seu valor corresponde ao tamanho da sua magnitude, multiplicada pela grandeza da sua humildade, somada a sua imensa generosidade.
Há algum tempo assisti a um vídeo inspirador. Um momento marcante e decisivo na vida de uma menina de 13 anos que poderia ver seu sonho se transformar em um pesadelo não fosse a sensibilidade, sabedoria e grandeza de um professor que chamou para si a responsabilidade de apoiar essa menina que enfrentava sozinha uma multidão insensível. Atitudes grandiosas que foram fundamentais para mudar o final dessa história.
Natalie Gilbert, 13 anos, ganhou um concurso em 2003 e foi convidada a cantar o hino dos Estados Unidos, Star Spangled Banner no jogo da NBA. Vinte mil pessoas estavam no estádio.
Natalie começou a cantar afinadinha.
De repente a emoção tomou conta... o braço começou a tremer... a voz engasgou... e a plateia insensível ao que estava acontecendo, vaiou. Natalie, diante do embaraço e constrangimento começou a entrar em pânico.
Treze anos. Sozinha, diante de 20.000 pessoas!
Sem pensar duas vezes, Mo Cheeks, o técnico dos Portland Trail Blazers, foi o único que naquele momento tão delicado para a pequena Natalie decidiu se colocar ao seu lado incentivando-a e apoiando-a cantando junto.
A história mudou... Cheeks com sua atitude grandiosa deu forças para que ela conseguisse continuar cantando e terminar brilhantemente a sua participação mostrando a todos o seu talento. A multidão envergonhada mudou de postura e cantou junto.
O que poderia ter sido uma derrota na vida de Natalie se transformou em triunfo graças a visão de um homem que enxergou um raro diamante onde todos os outros viam apenas uma pedra bruta.
A vida nunca nos pede atitudes sensacionais, gestos impraticáveis, espetáculos mirabolantes... ela simplesmente pede que sejamos o melhor para aqueles que cruzarem o nosso caminho.
Professor, tenha sempre orgulho do seu trabalho... da pessoa que você é... e a diferença que você faz!
Feliz dia do Professor
Um abraço especial
Isi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita! Volte sempre!