É a sua reação à adversidade, e não a própria adversidade, que determina como a história da sua vida vai ser escrita.

Aguenta firme!
Isi Golfetto
A adversidade, em tempos de Covid-19, se mostra especialmente cruel - nosso pior inimigo é invisível. Definitivamente, não temos o controle sobre nada... ou temos?
Nem todas as tempestades vem para transtornar a sua vida. Algumas vem
para limpar o caminho... outras para testar a força das suas raízes.
Estamos assistindo, perplexos, a uma catástrofe global sem precedentes protagonizado por um inimigo, cujos atributos permitem que ele esteja, temporariamente, em vantagem - invisível, desconhecido e, de uma letalidade e velocidade espantosas.
Diante desses fatos, há quase 2 meses assistimos a um verdadeiro massacre contra a vida humana em cada canto do mundo.
Acredito que você, como eu, já se perguntou...
Quando tudo isso vai acabar?
Como será que vai acabar?
Onde tudo isso vai nos levar?
O que mais ouvimos, até o momento, nada tem de animador. Em questão de poucos dias esse vírus conseguiu colocar bilhões de pessoas reféns em suas próprias casas, outras milhares presas em leitos de hospitais e, exterminar um número incontável de vítimas.
Por outro lado, a ciência está correndo contra o tempo para desenvolver uma vacina contra o vírus e na produção de um respirador artificial para auxiliar os pacientes com perda de capacidade respiratória.
O isolamento das pessoas infectadas e o distanciamento social são fortes aliados para deter o avanço do vírus.
Todavia, esse cenário traz consigo um efeito colateral tão danoso, veloz e sem precedentes quanto o próprio vírus... uma crise econômica de escala global que vai afetar a vida de todos nós por um longo período.
Como falar que é preciso reagir se estamos diante de um cenário tão catastrófico... com pessoas ainda tão vulneráveis e fragilizadas chorando as suas perdas, perdendo o seu emprego e o sustento da família, contabilizando o prejuízo ou a perda da sua empresa?
Será possível reagir positivamente diante de tanto sofrimento?
Há momentos que precisamos aceitar as condições que a vida nos impõe, seguir mesmo no escuro e tentar encontrar uma luz que vai nos guiar e realinhar novamente a nossa vida.
O que não podemos é deixar que a dor das nossas perdas nos paralise, enquanto homens e mulheres estão na linha de frente dos hospitais, arriscando as próprias vidas para salvar outras vidas.
Não podemos permitir que o desânimo nos detenha, enquanto cientistas estão correndo contra o tempo para encontrar um antídoto para exterminar esse inimigo e criando equipamentos para salvar vidas.
Não podemos aceitar que essa crise nos impeça de olhar para o lado e ajudar, enquanto um grande número de pessoas anônimas, na mesma situação, procuram minimizar o sofrimento alheio, seja preparando uma refeição ou confeccionando máscaras para comunidades inteiras.
Então... aguenta firme! Faça o que puder e como puder para se manter motivado, mudar a sua energia e ser útil para aqueles que estão ao seu alcance.
Desenvolva a sua capacidade de adaptação. A vida não fica mais fácil. Nós é que nos tornamos mais fortes.
Aprenda a aceitar que tempos difíceis fazem parte da vida. Tempos difíceis passam... pessoas fortes passam para a história!
Seja flexível em relação às suas expectativas. A adversidade pode ser uma bênção ou uma maldição. Você escolhe.
Procure enxergar uma oportunidade na adversidade e não um problema insuperável. Nem sempre é possível esperar o mar se acalmar. Comece a sua viagem e deixe a tempestade ser o caminho.
Aprenda a se fortalecer através da adversidade. O fogo testa o ouro. A adversidade... o homem forte!
Exercite a serenidade nos momentos difíceis. Coloque a paz de espírito como o seu maior objetivo e organize a sua vida ao seu redor.
Mantenha o foco nos seus objetivos e aja em direção a eles. Nós só vamos até onde o nosso olhar pode alcançar.
Estamos no começo de uma longa jornada. Precisamos estar fisicamente e emocionalmente preparados para um lento retorno a normalidade. Não há milagre nesse processo.
Mas, uma hora essa pandemia terá o seu final, a economia, aos poucos, vai se recuperar e a nossa vida voltará ao normal.
Enquanto isso não acontece precisamos ter esperança. Vamos reagir positivamente e manter o nosso ânimo em alta, nos ajudar mutuamente, usar a nossa criatividade para sermos úteis e principalmente, sermos uma fonte de inspiração a fim de juntos sairmos todos vitoriosos e mais fortalecidos desse tempo adverso
Que sejamos luz a quem precisa!
Agradeço a sua companhia.
Um grande e forte abraço
Isi
Outros textos sobre ADVERSIDADE & SUPERAÇÃO. Boa leitura.
Por que eu? Por que não? Como converter adversidades em benefícios pessoais.
Faça a sua vida valer a pena. Como superar os obstáculos.
Depois do inverno... a primavera. Como manter o controle na adversidade.
A arte de manter o estado de paz. Exercite a serenidade no meio do caos.
Calma... é aos poucos que a vida vai dando certo. Características de uma pessoa resiliente.
Let your faith be bigger than your fears. Como se fortalecer através da adversidade.
Contornando as adversidades. Como contornar a adversidade
Vamos evoluir? Mude a percepção do problema e supere a situação
Não desista. Reaja! Acalme-se... a tempestade sempre passa.
Te encontro do outro lado das estrelas. Nada nos prepara para a perda.
O final desse jogo a gente conhece. E se... não existe...
Razões para ser grato. Como ser grato quando nada parece fazer sentido.
#cancela2019. Como se reinventar após um duro golpe.
Quem disse que o foco era a pedra? O propósito escondido.
Siga-me.
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia.
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher.  

Torna-te aquilo que és. Nietzsche

O que um homem pode ser, ele deve ser.
Isi Golfetto
Quando você estiver consciente das características que impedem a sua autoestima vai poder criar ações para lidar com elas através das suas características positivas que estarão lá para ser o apoio fundamental de que necessita.
Vamos descobrir um tesouro naquela casa?
Mas, não há nenhuma casa!
Então vamos construí-la! Groucho Marx
Em dado momento, você vai precisar olhar para o próprio interior e descobrir os tesouros e as possibilidades que estão lá dentro.
A autoavaliação é uma reflexão, uma investigação detalhada sobre si mesmo com a proposta de auxiliar você a retirar do caminho velhos hábitos, lapidar algumas atitudes e valorizar as suas competências.
Mãos a obra! Hora de iniciar os trabalhos rumo a transformação e a conquista de resultados.
Teste sobre autoestima
Qual é o seu nível de autoestima? Faça um x na alternativa que leva em conta como você realmente é, e não como acha que deveria ser
1. Me sinto muito bem e penso que é bom viver.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
2. Quando enfrento adversidades consigo descobrir benefícios ou aprender algo positivo com a situação.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
3. Tenho por hábito encorajar às pessoas com quem me relaciono.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
4. Mesmo que eu não goste, quando cometo um erro admito sem relutar.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
5. Acredito que a minha felicidade depende dos outros, não de mim. 
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
6. Faço o que acredito que é certo, mesmo que eu seja alvo de críticas.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
7. Quando recebo elogios fico constrangido ou envergonhado
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
8. Quando recebo críticas fico ofendido, magoado ou abatido.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
9. Meu lema é: Se você não tem nada de bom para falar sobre alguém, não fale nada. 
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
10. Costumo reclamar de tudo... do tempo, da família, do chefe, do trabalho, do salário, do governo, da economia...
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
11. Mesmo sabendo que sempre posso melhorar, me sinto bem.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
12. Fico constrangido ou humilhado com certa facilidade.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
13. Sei o que quero da vida, tenho objetivos e metas definidos e persigo cada um deles.  
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
14. É comum eu me sentir desanimado e desmotivado.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
15. Quando alguém é agressivo comigo eu reajo com agressividade.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
16. Embora eu não pare de lutar, me sinto vítima das circunstâncias.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
17. Gosto de desafios e de estar sempre aprendendo coisas novas.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
18. Encaro com confiança os obstáculos pois acredito que posso superá-los.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
19. Respeito as pessoas na mesma proporção em que quero ser respeitado.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
20. Para ser aceito pelas pessoas faço coisas contra a minha vontade.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
21. Tenho dificuldade de me relacionar com as pessoas.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
22. Me preocupo com o que as pessoas pensam a meu respeito.
(   )  Sempre ou quase sempre 
(   )  Frequentemente
(   )  Ocasionalmente
(   )  Nunca ou quase nunca
PONTUAÇÃO
A pontuação é apenas um indício do seu nível de autoestima. Contudo, é um grande passo para você se conhecer um pouco melhor.
De 50 a 66 pontos. Você tem uma excelente autoestima. Enfrenta as adversidades com confiança, tem uma visão positiva de si mesmo, valoriza suas habilidades, acredita em suas potencialidades e tem todas as chances de sucesso profissional. Continue agindo com humildade, maturidade e valorizando o outro.  
De 36 a 49 pontos. Esta pontuação revela uma autoestima média. Em determinados momentos você enfrenta as adversidades e obstáculos, em outros tem mais dificuldades talvez porque não confie completamente em suas habilidades e competências ou se sinta inibido diante de certas situações. Procure analisar suas atitudes e concentrar seus esforços em descobrir esses pontos. Desenvolva e acredite mais em suas capacidades e reconheça o seu devido valor.
Abaixo de 36 pontos. Esta pontuação revela uma baixa autoestima. É provável que você tenha perdido o brilho e o prazer de desfrutar as coisas em virtude de uma percepção negativa de si mesmo e do ambiente que te cerca. Isso influencia diretamente na qualidade das suas escolhas e decisões e, no seu relacionamento com as pessoas. É fundamental que você fortaleça sua autoestima através de contato constante com pessoas positivas e realizadoras. Procure ler livros ou participar de cursos sobre temas relacionados. Se for preciso, considere a possibilidade de fazer terapia para melhorar suas chances de sucesso pessoal e profissional.
*Adaptado do livro 35 Testes para Avaliar suas Habilidades Profissionais, de Ernesto Artur Berg
Agradeço por participar nessa tarefa. Meu desejo é que você descubra os tesouros escondidos dentro de você e se torne o melhor que pode ser!
Sucesso sempre!
Um grande e forte abraço
Isi
Siga-me
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia.
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher.  

Ou nós encontramos um caminho ou abrimos um! Hannibal

Impossible is nothing!
Isi Golfetto
Todos nós temos um enorme potencial. Pessoas que se destacam não possuem um super talento ou habilidades que ninguém mais tem. Elas possuem uma autoconfiança inabalável em suas competências e as usam a seu favor. 
Autoconfiança é uma das mais incríveis forças do universo.
Quando você confia em si mesmo qualquer coisa é possível.
Nem sempre o caminho que você quer ou precisa seguir será fácil. Algumas vezes, nem existirá um caminho. Contudo, não são os obstáculos que impedem você de prosseguir, mas a sua autoconfiança diante deles.
Foi exatamente essa autoconfiança diante dos obstáculos que fez com que um jovem general entrasse para a história como um dos maiores gênios militares de todos os tempos. Ele mostrou ao mundo que o impossível é nada quando você confia em si mesmo, que o intransponível é uma questão de perspectiva, e a vitória é apenas uma questão de tempo.
Aníbal Barca ou Hannibal foi um jovem general do Império Cartaginês, que viveu no III Século AC. Naquela época, o mundo era dominado por dois grandes impérios o Império Cartaginês e o Império Romano. Ambos eram inimigos declarados e por décadas travavam duras batalhas no mar Mediterrâneo. As vitórias entre eles se alternavam... ora os Romanos venciam, ora os Cartagineses.
Na guerra de 218 AC, o jovem general foi convocado para enfrentar o exército inimigo. Hannibal expôs perante o rei e seus conselheiros, um plano audacioso que tinha por objetivo alcançar o norte da Itália não através do Mar Mediterrâneo, mas por terra.
Os conselheiros do rei, que eram generais experientes, discordaram de Hannibal e afirmaram que o seu plano era inviável, que a travessia dos montes Pirineus era impensável e que escalar os Alpes no inverno, com um exército e seus animais era impossível.
Hannibal decidido a executar o seu plano, lembrou aos generais que se quisessem obter resultados diferentes seria vital que a estratégia mudasse. E, quanto aos obstáculos que teriam que enfrentar ele foi enfático ao argumentar que se não encontrassem um caminho que pudessem seguir, certamente eles abririam um.
Essa foi uma das mais incríveis campanhas de Hannibal. Ele marchou com o seu exército, seus animais e seus elefantes através dos Pirineus, escalou os Alpes e atacou os romanos em seu próprio território conduzindo a maior derrota já sofrida por um exército romano.
Nada impediu Hannibal de alcançar o seu objetivo. Suas habilidades táticas fizeram dele um grande estrategista militar reverenciado por seus inimigos e admirado pelos historiadores. Entrou para a história como um dos maiores gênios militares de todos os tempos. Até hoje, a sua história é objeto de muitas pesquisas, documentários, livros e filmes.
A mensagem para nós é bem clara. A vida é uma batalha e os obstáculos fazem parte do caminho. Ter confiança em suas habilidades, forças para lidar com as adversidades, ousadia diante dos imprevistos e persistência são fatores determinantes para se alcançar a vitória. 
COMO AUMENTAR A SUA AUTOCONFIANÇA
A maior arma que você tem ao seu dispor é a sua autoconfiança.
Você se considera uma pessoa autoconfiante? Se você acha que nem sempre é e quer elevar a sua autoconfiança, é preciso mudar a sua estratégia para obter resultados eficientes.
Reconheça as suas competências. Em que áreas você se destaca? Qual delas precisa melhorar? O que você precisa aprender? O que precisa parar de fazer?
Separar um tempo para uma autoavaliação vai permitir que você se conheça melhor, entenda as suas características e reconheça a influência que cada uma delas exerce em sua vida.

Identifique as suas paixões. O que você costuma fazer que te dá prazer? Mencione 5 coisas. A única maneira de fazer algo bem feito e que vale cada minuto do seu tempo é a paixão pelo que você faz. Encontre a sua paixão. Torne isso um hábito. 
Há algo de fascinante sobre a paixão. A paixão faz com que a beleza transborde através das pessoas. Paixão é o que dá propósito à vida. Paixão é o que faz tudo ter muito mais sentido.

Esteja preparado. O que deixa você inseguro? Em quais situações? Estar preparado torna você mais confiante em qualquer ocasião.
Conversar em eventos sociais. Se você se sente inseguro ao conversar em reuniões sociais, mude o assunto para temas que você conhece e gosta. Isso ajuda a eliminar a ansiedade, o medo de errar, de não saber como responder.
Postura. É incrível a quantidade de informações que a linguagem corporal fornece a respeito das pessoas. Se você se sente desconfortável em certas ocasiões, fake until you make it... ou seja, faça de conta que é autoconfiante até se tornar algo natural.
Não dependa de fatores externos. A quem você atribui o resultado das suas conquistas? E dos seus fracassos? O sucesso aumenta a autoestima e a automotivação, enquanto que um fracasso produz duas reações... ou deixa você amargurado em virtude dos esforços frustrados ou motivado para tentar outra vez com novas propostas.
A automotivação é algo de dentro para fora que é regido por pensamentos positivos que se materializam em ações e comportamentos que fazem as coisas acontecerem. Contudo, nem sempre é possível obter o resultado pretendido, no momento desejado, porque as ações dependem de um conjunto de fatores ou de outros envolvidos.
Seja qual for o caso, esteja sempre pronto a se adaptar às circunstâncias, acreditar na sua capacidade de agir e criar as possibilidades para alcançar o seu objetivo.
Liberte-se de pessoas e pensamentos tóxicos. Você acha possível alguém ser autoconfiante se está ocupado demais com pensamentos negativos ou rodeado de pessoas tóxicas? Sabia que as pessoas com quem você convive tem grande impacto em sua autoconfiança?
A falta de confiança em si mesmo se dá em virtude da baixa autoestima, que possui sua raiz em feedbacks negativos, criticas e desvalorização pessoal. Por outro lado, os feedbacks positivos são responsáveis por uma autoestima saudável.
Quer saber como está a sua autoestima? Observe as 5 pessoas mais próximas a você. Se elas forem positivas, produtivas e autoconfiantes, você será igual. Se elas forem negativas, agressivas e inseguras, chances há de você ser igual.
A propósito, com que tipo de pessoas você convive?
Ninguém fará nada por você a menos que você faça algo a respeito. Por isso, se valorize. Procure se cercar de pessoas que elevem a sua autoconfiança. Olhe para você com mais carinho, Faça uma autoavaliação e descubra como aumentar a sua autoconfiança. 
Impossível é tudo aquilo que você nunca começou!
Então, comece a confiar em si mesmo. O intransponível será uma questão de perspectiva e a vitória apenas uma mera questão de tempo.
Agradeço por ter me acompanhado nessa leitura.
Um grande e forte abraço
Isi
Outros textos sobre AUTOCONFIANÇA & AUTOESTIMA. Boa leitura.
Vai lá... você consegue!  A conquista de um sonho começa por confiar em si mesmo. 
Eu chego lá.  Passos que conduzem ao seu objetivo.
Mantenha o foco!  Como manter seus objetivos no foco.
Destrave-se ou morra tentando.  Como destravar o seu potencial.
Siga-me
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia.
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher.