A vida é efêmera. Não espere por uma tragédia para descobrir o que é realmente importante em sua vida.

Sad Moments
Isi Golfetto
Não importa o quanto você planeja a sua vida, ela sempre vai ter uma maneira de te surpreender. Esteja pronto para aprender as suas lições.
As tragédias ensinam as maiores lições de vida. 
2019 mal começou e uma avalanche de trágicas noticias invadiram os noticiários e as redes sociais. Difícil de absorver tanta dor, tristeza e sofrimento, os internautas começaram a pedir #Cancela2019.
Coadjuvantes das várias tragédias, os quatro elementos - Terra, Água, Fogo e Ar - foram os destaques desses tristes episódios começando com o rompimento da barragem da mineradora Vale, em Minas Gerais, matando centenas de pessoas, deixando outras centenas desaparecidas e destruindo tudo o que encontrava pela frente; depois foram as fortes chuvas no Rio de Janeiro com dezenas de mortos e mais destruição; então, o incêndio no centro de treinamento do Flamengo, Rio de Janeiro, que matou 10 jovens adolescentes enquanto dormiam em locais inadequados oferecidos pelo clube; e, para culminar, a morte do jornalista Boechat,em São Paulo, na queda de um helicóptero que não tinha licença para a prática de táxi-aéreo.
Nesse momento de dor, volta a triste lembrança da morte de mais de duzentos jovens no incêndio da Boate Kiss, em 2013, e a queda do avião com a delegação da Chapecoense, em 2016.
Fatalidades? Não,... longe disso... tragédias evitáveis! 
Sonhos destruídos pelo tal jeitinho brasileiro das soluções paliativas e dos improvisos que resolvem problemas da noite para o dia, por indivíduos indiferentes aos riscos à vida humana e ao meio ambiente. Quanta imprudência, quanta irregularidade, quanta ganância, quanta gambiarra, quanta corrupção, quanta impunidade. Zero empatia, zero compaixão, zero sensibilidade.
Até quando teremos que suportar tanta desgraça em nome dessa cultura de levar vantagem em tudo e a qualquer custo... e desse jeitinho brasileiro que mata e destrói?  
Mais empatia e menos gambiarras, pelo amor de Deus!!! 
A força brota da dor
Tragédias chegam sem avisar, abalam a nossa estrutura.e testam a nossa força.
A primeira reação é questionar o por que. Por que isso está acontecendo? Por que eu? Por que minha família? Mesmo que os por quês pudessem dar alguma resposta, muito pouco ajudaria para aliviar a dor.
De fato, não há como controlar o que nos acontece e nem tão pouco a nossa emoção, mas é possível direcionar os pensamentos e escolher como agir ou reagir diante da adversidade. Tempos difíceis não duram... pessoas fortes, SIM.
Como lidar com o sofrimento? Como se reinventar após um duro golpe? 
Pessoas não são fortes ao acaso. Elas se tornaram fortes através das duras experiências pelas quais passaram. Descobriram que para superar o sofrimento e reencontrar a razão para viver é necessário rever a própria história. Aprenderam que nada vai embora até que nos ensine o que precisamos saber.
Cada um vai precisar lidar com esses momentos, rever os seus conceitos a seu modo e no seu tempo. Vai ter que mergulhar fundo e descobrir as lições preciosas que pode aprender no meio desse caos.
Despertar
Despertar é uma dessas lições. As tragédias são um grito, em alto e bom som, que nos arranca do comodismo e da vida anestesiada que levamos. Esse viver ocupado demais, com a agenda cheia demais e com tempo de menos para o que realmente tem significado. Tempos difíceis trazem uma nova chance para refletir, reavaliar e priorizar sobre o que estamos fazendo com a nossa vida e com o nosso tempo. E, acima de tudo, reconhecer a necessidade de mudar essa trajetória. Não perca esse sinal.
Reavaliar & Priorizar
É impressionante como cada um de nós vive o presente esperando um futuro que pode nem chegar. Passeamos pela vida despreocupados, adiando compromissos ao bel prazer, porque achamos que temos todo o tempo do mundo ao nosso dispor. Mas, não é bem assim. De um minuto para o outro tudo muda.
Pergunte o que é realmente importante para você. Em seguida tenha a coragem de construir a sua vida em torno da sua resposta. Quase sempre a decisão mais importante não é sobre o que estamos dispostos a fazer para alcançar os nossos objetivos, mas o que estamos dispostos a renunciar. Você está vivendo alinhado com seus valores e prioridade? Há quanto tempo você espera para mandar aquela mensagem, fazer aquela ligação, ter aquela conversa? Quando foi a última vez que parou para dar atenção aos seus filhos, abraçar seus pais, ouvir seus avós, dizer um sincero eu te amo? Quanto tempo tem investido naquele emprego que detesta, mas não separa um fim de semana para ficar com o seu amor? Quantas vezes você trabalha noite adentro para terminar um projeto, mas não tira algumas horas para assistir aquela apresentação do seu filho?
Quando a vida nos surpreende com a perda de alguém que amamos será tarde demais para perceber o quanto tempo e energia foram gastas em coisas não essenciais. Não espere... não deixe para depois... não arrisque... esse momento pode não chegar! Preste atenção, a vida não espera pelo seu tempo!
Força & Coragem
Você não pode acalmar a tempestade... o que você pode fazer é se acalmar e esperar a tempestade passar! Quando uma tragédia tira o seu chão o primeiro pensamento é que você não vai conseguir lidar com essa situação. Não desanime. Você vai encontrar uma força dentro de você que não imaginava que existia e vai saber lidar com essa situação de uma forma que jamais pensou que seria capaz. Essa força vai lhe dar a coragem para enfrentar esse momento. Não significa que você não vai ter medo do que terá que enfrentar, significa que a coragem não vai deixar o medo te impedir de seguir em frente.
Gratidão
As tragédias têm o poder de abrir os nossos olhos e nos fazer compreender o sentido da gratidão. Quando tudo em nossa vida é calmaria é fácil ter um coração agradecido. Impossível é se sentir grato pelo que nos foi tirado, pelos desafios que nos trazem dor e revolta.
Ser grato é uma escolha, é uma atitude que independe dos ganhos e perdas que fluem dentro e fora da nossa vida. Por outro lado, se sentir grato depende do controle das nossas emoções. Sentimentos envolvem a forma como olhamos o mundo e o pensamento que temos sobre como as coisas estão e como deveriam ser. Ser grato não te faz imune aos problemas, mas te fortalece diante deles. Ser grato não minimiza o mal que te atingiu, mas te dá sabedoria para enfrentar a adversidade.
Quando somos atingidos por tragédias a gratidão nos permite ver a vida por outras perspectivas e não apenas pelas circunstâncias temporárias que nos sufocam, por mais que tenhamos que nos esforçar por enxergá-las.
Novas Perspectivas
Há sempre novas perspectivas e quando você acredita nisso é possível mudar o modo de encarar a vida. Eventos difíceis trazem grandes lições. Você vai aprender a olhar a vida por outro ângulo e sentir a necessidade de uma recalibração em alguns pontos aqui, algumas mudanças ali, talvez seguir em uma nova direção. Você vai decidir o que será preciso fazer e como fazer. Não espere uma tragédia para mudar a sua vida... a sua vida é consequência do que você faz agora. 
A vida é a lição que trouxemos para fazer. Ela nos ensina a viver. A morte nos ensina o valor da vida. Mas, não espere por lições fáceis. Tempestades fazem parte da nossa jornada. Aguente firme. E quando a tempestade passar você vai sair dela mais forte.
Agradeço o seu tempo. Aguardo o seu retorno!
Grande e forte abraço
Isi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita! Volte sempre!