O segredo é não correr atrás das borboletas. É cuidar do jardim para que elas venham até você. Mário Quintana

Não se amolde. Transforme-se!
Isi Golfetto
Nada na vida está realmente em nossas mãos, mas tudo está diante das nossas possibilidades.
A adversidade desperta em nós capacidades que em circunstâncias
favoráveis teriam ficado adormecidas. Horácio

A clausura que transforma

Que tipo de adversidade você tem enfrentado? Como você tem reagido? Como isso tem afetado a sua vida?

Sempre temos a oportunidade de aprender com a natureza. Provavelmente você já tenha refletido sobre as lições que, a transformação da lagarta para uma elegante borboleta, nos ensina. 
Essa transformação não é algo que acontece da noite para o dia. Leva um tempo. É esse tempo que irá fazer a diferença em sua nova aparência, em sua nova vida.
Da mesma forma que a lagarta não tem como escapar da clausura do casulo, mais cedo ou mais tarde as adversidades, também, irão nos encontrar.
Esse será um tempo para nos conhecermos melhor e mudarmos de dentro para fora. Um tempo de aprendizados que poderão moldar o nosso caráter e proporcionar desenvolvimento e crescimento. 
Voltando a lagarta... que características podem descrevê-la? Um inseto rastejante, pesado, que queima, de aparência asquerosa, que decide se fechar para o mundo e morrer.
Mas, a história da lagarta não termina assim. Dessa clausura surge um novo ser que não rasteja mais... agora voa. Não pesa mais... agora é leve. Não queima mais... agora tem um brilho que a destaca. E, não tem mais aquela aparência asquerosa, ao contrário, se tornou uma bela borboleta preparada para voar e viver a sua liberdade.  
Porém, antes de voar a nossa borboleta terá que enfrentar um outro desafio... sair do casulo. Ela terá que passar por um processo lento e dolorido que vai exigir mais algum tempo e esforço até se libertar... o seu corpinho vai ter que se desdobrar e as suas asinhas vão ter que se esticar. Essa luta para sair do casulo é que vai desenvolver a força que ela precisa para, finalmente, voar.
Gosto dessa analogia. A borboleta simboliza a essência da mudança. Esse processo vivido por ela é inspirador. 
Quem de nós, ao atravessar momentos de angustia e adversidade, não se recolheu para dentro de si mesmo e se sentiu uma lagarta em seu estado bruto, impotente e sem perspectivas futuras. Mas, é exatamente nessa reclusão que está o potencial do ser e, nesse tempo a oportunidade de se conhecer e de transformar padrões de pensamento, sentimento e atitudes. 
Sair do casulo é avançar apesar do problema, caminhar com elegância de espírito, leveza na alma, e harmonia nas atitudes. É viver essa transformação em direção às suas realizações.

Elegância e leveza interior se refletem na harmonia exterior

Elegância é um estado de espírito que torna mais leve o que está dentro e harmoniza o que está fora. Isi Golfetto

Ser elegante é dar o melhor de si e fazer a melhor escolha. É um comportamento que se inicia no nosso levantar e nos acompanha até a hora de dormir. Dá o tom nas situações mais adversas e continua impecável mesmo longe dos holofotes.
O que uma pessoa é por dentro sempre vem à tona. Elegância são atitudes que vestimos. Não há roupas, cosméticos, nem milagre de plástica alguma que possa reter o que há em seu interior. Não há como esconder ou camuflar.
Elegância não se compra, não dá e passa, não se improvisa, nem se veste. Elegância é obtida através da vontade de querer mudar. Vem de dentro para fora. Se adquire ao longo de um processo exaustivo de aprendizado, com muita disciplina, força de vontade e persistência.
Enfrentar a adversidade é um dos principais desafios da vida. É preciso ter atitude.
Foque na solução. Quando você não está focado na solução do problema você fica ansioso e estressado, age por impulso sem medir as consequências de seus atos, fica com sentimento de impotência e fracasso, além de ter a sensação de estar num beco sem saída. Ao focar na solução você vai assumir uma postura mais proativa, se concentrar na sua capacidade de solucionar o problema, verificar o que está ou não está funcionando e pensar sobre as possíveis alternativas de um modo mais rápido, eficaz e criativo.
Seja emocionalmente inteligente. Quando você se torna consciente de que algumas dificuldades são inevitáveis você pode se preparar para enfrentá-las fortalecendo a sua musculatura emocional para saber como reagir ou agir. Saber atuar nessas situações é como ter um kit de Primeiros Socorros para quando o azar bater à porta. Se soubermos usar evitaremos danos maiores. 
Tempos difíceis nos encontram. Vamos torná-los fonte de crescimento, desenvolver características positivas e encontrar meios de manter a excelência nas atitudes permitindo que sejamos referência e inspiração para as pessoas no enfrentamento das adversidades. É confiar que tudo vai dar certo, que sempre há uma luz no fim do túnel e que esse infortúnio também vai passar. É cuidar do jardim para que as borboletas venham até nós!
Agradeço a sua elegante companhia.
Um grande e especial abraço
Isi
Outros textos sobre SUPERAR A ADVERSIDADE. Boa leitura.
Por que eu? Por que não?  Como converter as adversidades em benefício pessoal
Depois do inverno... a primavera.  Como manter a mente sob controle na adversidade
A arte de manter o estado de paz.  Como exercitar a serenidade no meio do caos
Calma... é aos poucos que a vida vai dando certo.  Características de uma pessoa resiliente
Contornando as adversidades. Adversidade, como empregá-la a seu favor
Aguenta firme. Como reagir em tempos de adversidade
Me acompanhe nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher

2 comentários:

  1. Isi,

    Parabéns pelo post! Como sempre, seu texto se apresentou com leveza e uma valiosa sabedoria codificada nessa inspiração.

    Já estou aguardando pelo próximo...

    Beijos,

    Rafael Zampieri

    ResponderExcluir
  2. Um primor de post!
    Parabéns Isi, me sentí alimentado com sabedoria!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita! Volte sempre!