O que você resiste, persiste... o que você aceita, te transforma. Carl Jung

Let go and it will flow...
Isi Golfetto 
A nossa resistência é a principal causa do nosso sofrimento. Quando não aceitamos as coisas das quais não temos controle estamos lutando contra a correnteza e a consequência é nos consumirmos em sofrimento.
Se você desperdiçar a sua energia lutando contra o que está
fora do seu alcance, não terá energia para mudar o que quer que seja!
Diante de situações fora do seu controle, como você reage? Que pensamentos e sentimentos levam você a lutar contra o que não pode mudar? Como modificar esses pensamentos e atitudes que dragam a energia? Como contornar os obstáculos e deixar a vida fluir?
Passamos por diversas experiências na vida... das mais simples às mais complexas. Com o tempo vamos ganhando habilidades para resolver problemas e nos tornando mais fortes e confiantes.
Mas, sempre chega aquele momento onde o impasse parece maior do que podemos dar conta. Eventos, de toda sorte, surgem sem tréguas minando a nossa energia... a perda de um ente querido, o enfrentamento de uma enfermidade, o término de um relacionamento, ser demitido...
Sem ter o controle da situação, começamos a sabotar os nossos próprios planos lutando desesperadamente contra uma realidade difícil de absorver. Quebramos a cabeça na busca por justificativas dando voltas e mais voltas na tentativa de minimizar o problema ou negar o que está acontecendo, outras vezes culpando as pessoas ou a situação... ou pior ainda, alimentando a ilusão de que com o tempo a situação mude ou o outro mude.
É indiscutível que na vida há muita coisa que não vamos ter o controle. Mas, nada nos faz perder mais energia do que resistir e lutar contra o que não se pode mudar. Justificativas apenas nos afundam em sentimentos e pensamentos que criam o nosso sofrimento e nos tornam ainda mais vulneráveis. E, quanto mais frágeis... mais agitados, infelizes, amargurados, irritados e ressentidos ficamos. É como tentar sair de uma areia movediça na qual estamos presos. Quanto mais a gente luta, mais a gente afunda. E essa é uma ação sem vitória. Para sair do terreno movediço é preciso deixar de desperdiçar a energia se debatendo e amaldiçoando a situação. É preciso manter a calma e dar sossego à mente para encontrar alternativas.
Aceitar o que não pode ser mudado não significa se resignar, aprovar ou ser passivo. Ao contrário, é não se descontrolar diante dos desafios. É dar um tempo para entender o que está acontecendo. É reorganizar os pensamentos e sentimentos. É ter coragem para mudar o que é possível. É ter sabedoria para enxergar as novas perspectivas, novas possibilidades e traçar novos caminhos. É ter calma para sair do estado de ansiedade e angústia e compreender que mesmo diante de fatos que não temos o controle, sempre há uma lição que podemos aprender ou alguma coisa que podemos mudar em nós. 
Como aceitar o que nos acontece e deixar a vida fluir.
Duas amigas caminhavam em um dia de chuva quando foram surpreendidas com um jato d´água vindo de um carro que passou muito próximo ao meio-fio dando um banho nas duas.
Indignadas começaram a reclamar do ocorrido. Alguns minutos depois uma delas acabou rindo da situação. Já a outra, furiosa, não parava de esbravejar xingando o motorista e ampliando o drama até o dia seguinte.
Se não está em suas mãos a possibilidade de mudar a situação, está com você a oportunidade de escolher a  atitude com que vai enfrentar o desafio.
A razão não me ensinou nada. Tudo o que sei me foi dado pelo coração. Leo Tolstoy
Os obstáculos que você encontra em seu caminho fazem parte do processo que vai te transformar na pessoa que deve ser. A decisão é sua. Viva o resultado das suas escolhas!
Comece mudando a si mesmo. A mudança que você quer, quase sempre está na decisão que você NÃO toma. A vida não é uma linha reta. É cheia de curvas, picos, abismos e, em alguns locais terá que construir pontes. Não há atalhos para chegar aonde você acredita que vai valer a pena viver. Por isso, se não der para mudar a situação em que você se encontra nesse exato momento, decida mudar a si próprio. Algumas mudanças dependem exclusivamente de você, de acreditar que você pode, de acreditar que você merece, de acreditar que você consegue... e essas mudanças só você pode fazer.
Aprenda com os desafios. Na vida ou você aceita as coisas como são ou a responsabilidade de mudá-las. Não há como fazer mudanças positivas se a sua atenção estiver presa a coisas negativas. Aprenda a aceitar os desafios... aprenda a aceitar as pessoas como são... aprenda a aceitar as circunstâncias como se apresentam... aprenda a discordar quando algo não fizer sentido... aprenda a não se acomodar quando algo  incomodar... e aprenda que a emoção que domina... embaça a visão. 
Decida contar outra história. Ou você muda.... ou a história vai se repetir indefinidamente! Você é, e sempre será o criador da sua história e o responsável por suas ações. Independente das mudanças que você quer para o seu relacionamento, sua carreira ou sua vida... nada vai mudar até que você mude. Seu mundo exterior é o reflexo do seu mundo interior. Se você não gosta da sua rotina... mude... se quer hábitos mais saudáveis... mude... se não gosta do que está vivendo... mude. Caso contrário a sua história será um eterno replay.
Mudar é preciso. Compreenda os desafios, tenha coragem para mudar o que pode, serenidade para aceitar o que não pode e persistência para ir em busca de mudanças. Não permita que a falta de controle em algumas situações possam roubar a sua paz e a sua alegria, tirando de você o prazer de sonhar, de realizar e de viver.
Você vive o resultado das suas escolhas. Escolhas são pontes que você constrói para chegar ao seu objetivo. Antes de atravessar olhe para onde elas estão te levando.  
Agradeço por ter me acompanhado nessa leitura.
Um grande e forte abraço
Isi
Outros textos sobre ESCOLHAS & CONSEQUÊNCIAS. Boa leitura.
Perde-se o que nunca se teve.  Como minimizar os riscos de uma decisão equivocada.
Faça o que é certo, não o que é fácil. Como impactar positivamente a vida de alguém.
Somos nossas escolhas. Decidir entre as escolhas
O peso que carregamos. Como aliviar a bagagem?
Escolhas & Consequências. Colhemos o que plantamos.
Vai ser feliz. Decida ser feliz.
Siga-me.
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia.
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher.