Um navio está seguro no porto, mas não é para isso que os navios foram feitos... William Shedd

Onde está o seu barco?
Isi Golfetto
Não tenha medo do fracasso, dos riscos, dos obstáculos.  Eles estarão sempre por perto. Mas acredite... não foi para falhar que você foi feito. Isi Golfetto
A maioria de nós possui navios fascinantes, outros possuem barcos impressionantes... ou seja, belas metáforas se as compararmos com os talentos, habilidades, sonhos e objetivos que cada um de nós temos em nossa vida.
Contudo, os resultados que vamos obter dos nossos projetos e ideais dependem da capacidade de acreditarmos em nosso potencial e das nossas ações em direção ao que pretendemos alcançar.
Você já reparou como uma boa parte das pessoas fica apenas 'amarrada ao porto' com seus talentos, sonhos, objetivos... assistindo pacificamente aos 'aventureiros' que deixam o conforto do porto e a estabilidade e segurança do seu espaço e partem em busca de grandes aventuras, lugares exóticos... alguns deles velejando lentamente, outros se distanciando em alta velocidade... enquanto aqueles ficam batendo na esteira e balançando no cais?
O que os impede de partirem para o mar?
Será o medo de enfrentar as tempestades, as grandes ondas? Será o medo de falhar ou de ser avaliado? Será o hábito de concentrar-se mais nas coisas que podem dar errado?
Sem dúvida, para muitas pessoas esses sentimentos as impedem de deixarem a segurança do porto sem se dar conta de que o porto é apenas um lugar para se abastecer. A oportunidade de aprender a confiar em si mesmo, a possibilidade de crescer, de vencer os medos e de superação está exatamente em enfrentar as dificuldades...
Certa vez eu li: Às vezes Deus acalma o mar... outras vezes Ele acalma o marinheiro... mas em determinadas ocasiões você aprende a nadar. Nada mais verdadeiro.
Cada um de nós tem habilidades, tem um propósito, um ideal, um sonho e uma única vida... Ficar no porto amarrado... ancorado... definitivamente não é a finalidade da sua vida, nem da minha. A vida honra os movimentos ousados, com atitudes prudentes e riscos calculados.
Que atitudes ou ações podem inspirar os desbravadores dos mares, os conquistadores de sonhos a avançarem mar adentro em direção as suas metas?
1. O desejo de conquistar. Longe de se imaginar preso ao porto, sem desafios, contentando-se com menos do que poderia ter, o conquistador tem seu desejo impulsionado pelo ânimo, pela motivação e determinação.
2. Persistência. Os ventos podem até mudar a direção, mas não a sua decisão. O conquistador enfrenta os desafios, refaz a sua rota quando precisar, mas jamais abandona seus sonhos. Eles são a sua bússola, eles indicam o caminho a seguir.
3. Autoconfiança. O medo de mudar é uma âncora que impede o ser de navegar pelo mar da vida. Por isso o conquistador tem que confiar em si, em seus sonhos, pensar positivamente. E esse pensar positivo significa estar ciente de que o simples fato de acreditar não garante que irá conseguir o que quer, mas vai desafiá-lo a continuar, a perseguir seu ideal, a encontrar soluções para alcançar seus objetivos.
Onde está o seu barco? 
Você e eu não fomos feitos para ficarmos à beira do cais contemplando os navios e barcos ganharem o mar. Vamos tirar a âncora que nos prende e começar a velejar... não importa se lentamente ou em alta velocidade... o importante é partir... e boa viagem a todos nós! 
Quem sabe nos encontraremos em algum porto para reabastecermos e contarmos as novidades das nossas aventuras!!!
Um grande e forte abraço.
Isi

10 comentários:

  1. Ótimo texto, parabéns pela mensagem de incentivo.

    ResponderExcluir
  2. Minha namorada postou isso : Um navio está seguro no porto, mas não é para isso que os navios foram feitos. Mas depois que agente brigamos eu acho q ela que seguir em frente... Mas sozinha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida é uma viagem... muitos navios se encontram nos portos e seguem roteiros iguais, mas, fato é, que em outras ocasiões o destino é outro e eles seguem direções diferentes... o importante é ter apreciado a companhia durante o percurso juntos. Um abraço

      Excluir
  3. Parabéns pelo tema: "A ship in port is safe, but this is not what ships are built for."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Indeed. Thanks, Valdenor. Let´s make the trip, always, worthwhile.

      Excluir
  4. Às vezes pensamos que somos faróis,capazes de orientar os caminhos dos outros. Na verdade somos todos navios em que uns navegam em águas plácidas, outros em tempestades e ainda há os que não partem do porto. Contudo, qualquer que seja o mar e o destino o importante é não naufragar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, navios não naufragam por causa da água ao seu redor, mas acumulada em seu interior. Portanto, para a segurança do navegante o cuidado com o seu barco é prioridade. Agradeço. Um abraço.

      Excluir
  5. Gostei muito dessa mensagem!
    Quero muito sair deste ancoradouro mais as âncoras que me mantém presa são muito fortes!
    Por isso vejo o mar de longe 😢

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço suas palavras e fico feliz que gostou do texto, Paty.
      Mas, eu ficaria imensamente feliz se você acreditasse que tão poderoso quanto o mar é essa força que existe dentro de você para quebrar essas âncoras que a mantem imobilizada.
      A vida nos apresenta obstáculos, dificuldades e adversidades não para nos desestimular, mas nos desafiar, não para nos imobilizar mas para nos movimentar, nos fazer crescer.
      Acredite, independente das circunstâncias... para alcançar o mar e conquistar o nosso objetivo precisamos enfrentar os nossos medos, desprogramando esse vilão que destrói sonhos, só assim a coragem vai fazer o seu papel, depois com determinação você vai encontrar as saídas e as possibilidades que irão lhe ajudar nesse processo e, então, com persistência lutar, superar e alcançar o mar.
      É um processo, mas, sem dúvida em breve você estará olhando a praia do alto mar!
      Felicidades e um grande e forte abraço, Isi.

      Excluir

Agradeço sua visita! Volte sempre!