Isi Golfetto - Entrevista Divulga Escritor

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)
Março 2015
A escritora Isi Golfetto é formada em Pedagogia. Foi professora de inglês por mais de 20 anos e orientadora do curso pedagógico.
No contato diário com professores, pais e alunos percebeu a necessidade de orientar e motivar cada grupo. Criou uma série de palestras motivacionais abordando temas sobre autoconhecimento, autoestima, auto realização, carreira, assertividade, atitudes e valores, o poder pessoal de cada indivíduo, o poder da comunicação pessoal, relacionamentos, o papel extraordinários dos pais na família e sua influência na educação dos filhos, entre outros.
Hoje dedica-se, em tempo integral, a escrever.
Não há nada mais gratificante que poder colaborar com o
crescimento ou o desenvolvimento de uma pessoa, ter a possibilidade
de fazê-la acreditar em si mesma e, principalmente, vê-la caminhar
confiante em direção aos seus objetivos. Isi Golfetto
DE. Escritora e palestrante Isi Golfetto é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor. Isi, conte-nos em que momento começou a escrever textos motivacionais?
Isi. Eu quem agradeço a Divulga Escritor a oportunidade e o privilégio de fazer parte desse meio literário e projeto tão grandioso há mais de um ano. Comecei a me interessar, pesquisar e estudar sobre temas motivacionais há mais de vinte anos durante o período em que fui orientadora pedagógica. Entretanto, a ideia de transformar as palestras em artigos motivacionais surgiu com os participantes que solicitavam sugestões e orientações após as palestras. Assim, eu resumia os artigos e os enviava por email. Apenas em 2010 decidi criar o blog BATE-PAPO COM ESTILO e iniciei a publicação dos artigos.
DE. Seus textos são objetivos, realistas, reflexivos... a pessoa ao ler se transforma. Como você se sente renovando momentos?
Isi. Vou dividir essa resposta em três pontos:
Primeiro. Para escrever sobre um tema o escritor tem que conhecer o assunto, vivenciá-lo. Esse, creio eu, seja um ponto importante para dar realismo e objetividade a um assunto. Segundo. Quando você menciona que “ao ler o texto a pessoa se transforma...” vou fazer uma comparação: da mesma forma que o artista ao olhar uma tela em branco já imaginou na sua alma a pintura pronta... ou o escultor ao olhar uma pedra bruta ele vê um diamante... assim o escritor ao escrever... ele acredita no potencial que cada pessoa traz dentro de si e sabe que cada um tem o poder de se transformar naquilo que tem de melhor.  Terceiro. renovar momentos...” de fato o que um profissional deve ter é a consciência de que pessoas foram colocadas em sua vida por uma razão e ele deve estar preparado para fazer a diferença. Não há nada mais gratificante que poder colaborar no crescimento ou desenvolvimento de uma pessoa, ter a possibilidade de fazê-la acreditar em si mesma e vê-la caminhar confiante na direção dos seus objetivos.
DE. Além de textos motivacionais, você costuma escrever outros tipos de textos?
Isi. Sim. Contudo, parte não são meus textos. Tenho paixão por poesias e pensamentos de escritores que me inspiram, que enxergam a vida com tons leves e dão um equilíbrio emocional ao meu dia-a-dia e sou influenciada pelas obras. Como ainda não desenvolvi essa habilidade e por acreditar que a arte tem um poder terapêutico, decidi criar uma fanpage com poesias e pensamentos desses homens e mulheres excepcionais da literatura. Essa minha necessidade de reproduzir algo belo, harmonioso e sonoro tem dois objetivos: Primeiro. Colaborar na divulgação da cultura literária. Segundo. Compartilhar com os meus leitores aquilo que encontro de belo e me faz bem.
DE. Qual o seu diferencial como escritora, Isi Golfetto?
Isi. Certa vez, em uma bienal do livro, li a frase: “O bom escritor é aquele que elabora cada obra como única.” Desde então, escuto uma voz repetindo: “O bom escritor é aquele que elabora cada artigo como se fosse para uma única pessoa!” Portanto, algumas habilidades precisam ser desenvolvidas para conquistar esse objetivo. Dentre várias, acredito que quatro características podem ser o meu diferencial como escritora: Empatia. Imaginar-me no lugar do leitor e ajudá-lo a encontrar suas respostas.  Criatividade. Desenvolver a sensibilidade de olhar para o óbvio e enxergar diferente. Assim abrir a possibilidade ao leitor de enxergar fatos que possam passar desapercebidos ou que foram esquecidos.  Inspiração. Buscar inspiração através de biografias de escritores, em citações ou poemas, ao observar a vida de pessoas no dia-a-dia, ao observar uma fotografia ou um por do sol. Paixão. Sentir paixão em tudo o que fizer. Quando a paixão está presente existe uma energia positiva tão intensa que você transmite a sua mensagem com convicção.
DE. Isi, como um escritor iniciante pode fazer para não se desmotivar?
Isi. Posso mencionar que o trabalho de um escritor requer disciplina e um esforço diário. Para alcançar o meu objetivo e não me desmotivar segui esses três passos:  Elaborai uma agenda. Nessa agenda coloquei um cronograma anual, com os temas dos artigos e os dias em que iria publicar no blog. Persistência. Persistir é manter seus objetivos no foco. Essa é uma virtude que devemos adquirir em nosso trabalho para sermos bem-sucedidos.  Positividade. Acreditar em seu potencial. Assumir uma postura positiva mesmo diante dos desafios que possam surgir e motivar-se para conquistar seus objetivos.
DE. Pensas em publicar um livro solo?
Isi. Sim. Tenho alguns projetos.  Primeiro. Motivacional / Segmento: Autoajuda e Reflexão. (E-book com os meus artigos). Segundo. Histórias que Inspiram. Segmento: Biografia. Anos 70, interior do Paraná. Como reverter uma fatalidade em oportunidade fazendo a diferença na vida de uma cidade inteira. Terceiro. Histórias que inspiram. Segmento: Biografia. Histórias de Jovens x carreiras bem-sucedidas  Quarto. Co-autoria. Segmento: Infantojuvenil.
DE. Isi, em sua opinião, quais os principais fatores motivacionais humanos?
Isi. Podemos afirmar que em cada pessoa há uma força interna, uma necessidade, que de acordo com o momento vivido se intensifica e a direciona aos seus objetivos e metas ou seja um impulso, um motivo, que a leva a agir. Entretanto, fatores emocionais podem ou não contribuir para que a motivação pessoal seja alcançada ou projetos sejam realizados. Por exemplo: um indivíduo pode motivar-se, persistir diante de frustrações, controlar seus impulsos, acreditar em seu potencial e ser bem-sucedido enquanto outro em iguais circunstâncias não. Ninguém está livre de desânimos ou frustrações tanto no campo pessoal como profissional. O que vale dizer é: relacione-se com pessoas experientes, que já tenham passado por experiências semelhantes, a fim de que possa ajudá-lo a recuperar o equilíbrio emocional e dar-lhe o suporte de que necessita.
DE. Quais os principais hobbies da escritora Isi Golfetto?
Isi. Dirigir. Nada melhor que pegar uma estrada e ir para uma cidade da serra, observar a paisagem. Isso é revigorante e oxigena a alma. Atividades físicas. Hidroginástica e caminhadas (semanais). Cavalgadas na lua cheia, stand up e a canoagem (eventualmente). São esportes desafiantes para mim. Ajudam-me a enfrentar o meu medo e a recuperar a minha coragem. Tempo com amigas. Bate-papo onde todas falam ao mesmo tempo e no final todas se entendem.  Grupo Cultural. Encontro onde os amigos se reúnem para expressar suas ideias sobre a leitura de um livro, comentar sobre um filme assistido, fazer observações sobre uma obra de arte e muitas vezes conversar sobre experiências pessoais.
DE. Como você vê o mercado literário motivacional no Brasil?
Isi. O público leitor brasileiro é um dos cinco maiores do mundo, atrás dos Estados Unidos e de alguns países da Europa. E pelo fato de o brasileiro ser eclético, aceita muito bem as publicações de cunho esotérico e holístico que se assemelham aos títulos motivacionais e de autoajuda. Prova disso é que os rankings dos livros mais vendidos divulgados pelos sites, jornais e revistas reservam uma lista específica para o gênero de motivação, à parte da ficção e não-ficção. Além disso vemos muita procura por palestras motivacionais, blogs e vídeos com assuntos motivacionais divulgados pela internet.
DE. Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a Escritora Isi Golfetto. Que mensagem você deixa para nossos leitores?
Isi. Agradeço a oportunidade que me foi dada através da Divulga Escritor e sua equipe, em especial a você, Shirley Cavalcante.  Agradeço a você leitor que tem sempre nos acompanhado e apoiado e que tornam momentos como esses inesquecíveis.
Charles Chaplin disse e eu assino com ele: “Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha mas não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós.”
Um grande e especial abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita! Volte sempre!