Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela. Paulo Coelho

Viva a sua história!

Isi Golfetto

A vida é como um livro... a cada manhã uma nova página... a cada hora um novo texto... a cada minuto uma nova palavra... e nesse exato momento um sim ou um não que poderá mudar a sua história.

Se a história é sua,

você pode dar a ela um final feliz.

Seja o autor da história que você quer contar!

Quando estávamos no terceiro ou quarto ano escolar, talvez você se lembre, a professora pendurava uma gravura na lousa e escrevia: Descrição à vista de uma gravura.

Depois, com a maior naturalidade falava... mínimo de 20 linhas pessoal. E, então, estipulava um tempo para fazermos o exercício.

A turma se entreolhava e de repente todo mundo pegava o lápis e começava a escrever e a apagar... a escrever e a apagar...

Alguns de tanto que apagavam o que estavam tentando escrever faziam até um furo no papel...

Às vezes dava um branco como a própria folha. Não saia nada do pensamento que fizesse sentido. Era como se a gente ficasse paralisada... menos o tempo... esse passava...

A pobre borracha trabalhava a todo vapor... mas o tempo era mais ágil.

A criatividade e as palavras se distanciavam cada vez mais do tempo que voava...

Finalmente a tão temida hora chegava... e aquela frase que ninguém jamais queria ouvir... lápis na carteira!

Em outras palavras... fez o exercício, melhor para você.

Não conseguiu terminar... só restava torcer... rezar...  e se esconder atrás do coleguinha da frente para a professora não ver a gente. Ou arriscar aquela cara de paisagem insinuando certa confiança, como se estivesse meio distraído, mas tentando passar a mensagem... se quiser pode me chamar!

Bingo!!! Não tinha escapatória. O radar da professora não falhava uma. Exatamente quem se achava muito esperto era o escolhido para ler a história que havia tentado escrever.

Estratégias mirabolantes à parte, o que me chamava a atenção era como os coleguinhas descreviam detalhes particulares do mesmo cenário que eu não havia notado. Alguns deles colocavam tons mais coloridos em suas narrativas ao descreverem os objetos, as pessoas, as paisagens.

Imagine a sua história... acredite nela e comece a vivê-la!

Hoje, fazendo uma analogia com aquela atividade tão simples de anos atrás, continuamos a descrever um cenário... a própria história composta por nossa vida pessoal, familiar, profissional, afetiva.

Alguns dias conseguimos dar um colorido mais alegre a cada situação, outros dias os tons ficam mais sombrios.

Não sei de você, mas há momentos que dá aquele branco e fica difícil escolher por onde começar dentre tantas atividades e compromissos agendados para o dia. Em outras ocasiões daria tudo para ter uma borracha que pudesse apagar o passado por uma decisão impensada ou precipitada. Há também situações que seria tão bom poder se esconder, não ser vista por ninguém, ficar quietinha no canto.

Mas, dias ruins também fazem parte do roteiro. Não podemos deixar que um capítulo ruim defina o rumo da nossa história.

Cada um de nós já foi protagonista ou participou de uma aventura... de momentos de felicidade... teve ou tem um grande amor. Preencha a sua vida com momentos positivos e não permita que nada e nem ninguém se atreva a escrever uma linha da sua história.

Seja o autor da história que você quer contar. Se não aproveitar as chances que a vida te dá, você vai perder 100% delas. Torne inesquecíveis os momentos bons e deixar de valorizar e retirar de cena o que não agrega, quem não valoriza!

A diferença entre quem você é e quem você quer se tornar é o que você faz. Imagine essa história, acredite nela e comece a vivê-la. Se não tentar, jamais irá saber.

Aguardo você para o nosso próximo encontro... que seja repleto de belos contos de aventuras, felicidade e amor!

Um abraço especial

Isi

Outros textos sobre HISTÓRIAS QUE INSPIRAM. Boa leitura.

A arte de ver o invisível.  Irena Sandler, uma jovem que salvou a vida de 2500 crianças
Mudar, mas mudar para melhor.  Cora Coralina, um exemplo de coragem e persistência

Respire fundo e recomece.  Paganini, um gênio do violino conduzido por sua genialidade
Protagonista ou plateia?  Van Gogh e Renoir... dois gênios, dois destinos...
Fabergé e os Ovos de Páscoa Imperial.  Fabergé, o maior joalheiro de todos os tempos
Me acompanhe nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher



Façamos da interrupção, um caminho novo. Da queda, um passo de dança. Do medo, uma escada. Do sonho, uma ponte. Da procura, um encontro! Fernando Sabino

Vale a pena tentar!
Isi Golfetto
A mente pode nos ajudar ou nos destruir... tudo depende de como conduzimos os nossos pensamentos, o que atraímos com os nossos sentimentos. No final eles irão se tornar a nossa realidade.
Nada aprisiona você, a não ser seus pensamentos...
nada limita você, a não ser os seus medos...
nada controla você, a não ser as suas crenças.
O pensamento tem o poder que você dá a ele
Que sentimentos podem influenciar ou determinar as suas ações diante de um obstáculo que aparentemente te impede de seguir o caminho como havia planejado?
O que pode influenciar ou determinar a sua decisão quando surge uma oportunidade e com ela as dúvidas?
E aquelas questões que, muitas vezes, martirizam... de que valeu tanta dedicação, tanto tempo e talento investidos em tal projeto se não deu em nada? De que adiantou estar disposto a fazer o melhor para manter um relacionamento se agora acabou?
Como você reage quando avista um abismo entre o seu sonho e a realidade?
Pensamentos e sentimentos negativos podem produzir uma sensação de insegurança, tristeza, incapacidade, desesperança, raiva. 
Sobreviver à perda revela a impotência diante de um fato consumado. Esse impacto faz com que a gente esqueça que pode mudar essa situação, levantar depois da queda, enfrentar o medo, seguir em outra direção sem perder o foco.
Um pensamento não tem mais poder do que o poder que você dá a ele.
É preciso mudar essa postura e as crenças que cegam diante das adversidades e dos medos que rondam os seus pensamentos. É preciso encontrar um novo caminho, ter novas perspectivas, ter esperança e superar essa realidade. É preciso parar de ter medo do que pode dar errado e começar a pensar no que pode dar certo.
Como interromper o ciclo de pensamentos negativos
Fazer uma análise da situação. Analise a situação com atenção e perceba se há alguma razão para pensar ou sentir dessa ou daquela forma. Verifique se há alguma maneira construtiva de se pensar a situação. Anote as possíveis alternativas e soluções. Nem sempre é a dor que faz você sofrer... são os seus pensamentos negativos que fazem as coisas serem pior do que realmente são. Que sejamos capazes de enxergar algo bom em cada momento ruim que tivermos que passar.
Deixar de perceber cada situação adversa como problema. É possível interromper esse ciclo de crenças limitantes, que geram pensamentos negativos e sentimentos de desesperança, substituindo-os por pensamentos positivos. Ao invés de pensar que o tempo que investiu em um projeto não deu em nada... pense que você adquiriu conhecimento e se capacitou e vai haver outras oportunidades em que ele poderá ser aproveitado. Há um pensamento que diz... se um problema tem solução, não é um problema. Se não tem solução... busque outras alternativas e novas ideias, mas não desperdice energia com casos perdidos. O segredo do sucesso está baseado na maturidade e na sabedoria em distinguir entre perseverança e teimosia. Se precisar mude o caminho, mas jamais o seu objetivo.
Ter confiança em si mesmo. Tudo o que você precisa está do outro lado do medo. Obstáculos são para serem ultrapassados, não um ponto de parada! Continuar ou parar vai depender da sua atitude. A decisão entre esses fatores irá determinar o fracasso ou o sucesso na conquista do seu propósito. Não se trata de quantas chances a vida nos dá, mas de quantas não vamos desperdiçar!
Manter uma postura vencedora e proativa. Ninguém mais do que você tem que acreditar na realização de seu sonho. Ele é só seu. Essa conquista só depende de você. Se enxergar um abismo entre o seu sonho e a realidade está na hora de construir uma ponte. Busque os meios para realizá-lo. Se for uma viagem, economize dinheiro... se quiser um trabalho melhor, capacite-se... se quiser um relacionamento harmônico, dê o seu melhor. Se você quer chegar aonde a maioria não chega... se deseja conquistar o melhor do melhor... faça o que ninguém faz!
Pensar positivamente. As dificuldades existem para serem vencidas. Ter uma perspectiva positiva fará com que o seu cérebro passe a acreditar que a situação pode ser modificada e isso irá influenciar o seu comportamento tornando você capaz de transformar a sua realidade. Cada um escolhe o seu próprio caminho e a vida revela o resultado de cada escolha.
Mudar a postura e as crenças limitantes que nos impedem de desfrutar do melhor que existe em nosso caminho... vai valer a pena!
Bom demais estar sua companhia.
Até nosso próximo encontro.
Um grande abraço
Isi
Outros textos sobre INTERROMPER CRENÇAS LIMITANTES. Boa leitura.
E eu nem sabia que podia.  Como interromper crenças limitantes
Por que eu? Por que não?  Adversidade, como convertê-las em benefício pessoal
Quem disse que é impossível?   Exercício para detectar crenças sabotadoras
Você está onde se coloca.  Como mudar atitudes que travam a vida
O que você pensa que não é.  Identificar e eliminar hábitos que limitam
Me acompanhe nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher



Identificar nossas limitações é o primeiro passo para superá-las. Augusto Branco

Pare de se sabotar!
Isi Golfetto
Nossas crenças determinam nossas escolhas pois essas são feitas baseadas naquilo que acreditamos. Se quisermos resultados diferentes temos que fazer escolhas diferentes!
Enquanto a sua vontade de vencer for maior aí dentro...
nada aqui fora tem o poder de te enfraquecer.
Você no controle, não a sua mente.
Quanto você conhece das suas crenças ou verdades?
Que características limitam o seu desempenho pessoal?
O que aconteceria se você identificasse essas limitações e as transformassem em qualidades?
Qualquer que seja a sua competência sempre haverá limitações que irão impedir você de ampliar seus horizontes e chegar aonde sempre sonhou.
Descobrir esses traços de personalidade que impedem o seu melhor desempenho é o primeiro passo para superar limitações pessoais. O autoconhecimento é a retomada do controle que vai permitir que, mesmo que a sua emoção negativa esteja ali, ela não vai assumir o controle. 
Para Flip Flippen, psicoterapeuta e autor do livro Pare de se sabotar e dê a volta por cima, o ponto de partida é o autoconhecimento.
Ao longo de mais de 30 anos de pesquisa, o autor observou que muitas pessoas talentosas sabotavam o próprio sucesso porque não conheciam as características que as impediam de alcançar o máximo do seu potencial.
Essa análise identificou alguns fatores limitantes e apontou como superá-los à medida que se incorporam atitudes vencedoras.
Características que limitam o desempenho pessoal
Ignorar as opiniões divergentes e querer ter sempre o controle da situação. Ouvir opiniões com as quais discordamos, ao contrário do que se imagina, amplia a nossa visão e nos dá a chance de exercitarmos a tolerância. A perfeição é alcançada, não quando não há nada mais para adicionar, mas quando não há mais nada para tirar. Saint-Exupéry
Não ser capaz de dizer não, mesmo que isso compromete a própria felicidade. Aprender e desenvolver a arte de dizer não é importante. Dizer não permite que você diga sim ao que realmente vai contribuir aos seus propósitos. Dizer não é ter foco. Steve Jobs
Sentir dificuldade de deixar os erros para trás por ser introspectivo e pouco autoconfiante. Não tenha medo de cometer erros. Tenha medo de não aprender com eles.
Não admitir as próprias falhas por causa do excesso de confiança e da teimosia. Admitir os próprios erros é aceitar que não somos perfeitos. Justificá-los é mostrar o quanto somos fracos. Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros. Confúcio
Ser exigente, implicante ou rude, desrespeitando as ideias e opiniões dos outros. Ninguém é imune a falhas e imperfeições. Procure se concentrar no que as pessoas fazem de melhor. Você poderá se surpreender com o resultado. Eu vi um anjo em um bloco de mármore e o esculpi para libertá-lo. Michelangelo.
Não conseguir cultivar relacionamentos profundos e expressar emoções. Não saber expressar seus sentimentos pode atrapalhar e muito a sua vida. Não somos responsáveis somente pelo que fazemos, mas também por aquilo que não fazemos. Molière
Viver desmotivado e protelar eternamente as tarefas. Com a procrastinação a única coisa que vai para a frente é o prazo da entrega. Aquele que passa a vida protelando indefinidamente suas decisões e projetos tende a tornar seus sonhos um verdadeiro pesadelo. Protelar é atrasar a própria vida!
Resistir a mudanças e demonstrar nervosismo diante das incertezas. Para lidar de maneira eficiente com essas limitações comece por ser menos reticente a novas ideias. Separe um tempo para refletir a respeito, converse com outras pessoas sobre o tema, pense sobre os aspectos positivos da proposta. Não tenha medo das mudanças. Elas podem até assustar, mas se você não as acompanhar vai se descobrir ultrapassado por elas e pelas pessoas que a elas se adaptam.
Ser agressivo deixando as emoções se exacerbarem ao se sentir desafiado. Fique atento a discussões que começam a ganhar uma dimensão maior. Se o clima estiver tenso e o acordo estiver difícil faça uma pausa antes de responder. As dificuldades comportamentais que não aprendemos a lidar corretamente, podem até ser disfarçadas por um tempo, mas em algum momento elas explodem.
Tomar decisões rápidas demais e ficar entediado facilmente. Não aja por impulso. Anote suas ideias e deixe-as de lado por uma semana. Depois retorne a elas para decidir se ainda valem a pena levá-las adiante. Não tome decisões permanentes baseado na pressão do momento. A maioria dos nossos problemas são por dizer sim rápido demais ou por deixar passar tempo demais para dizer não.
Um cacique cherokee estava refletindo sobre a vida quando o neto de 12 anos se aproximou e sentando-se ao seu lado começou a contar sobre o seu dia.
Comentou com o avô que estava muito triste porque naquela manhã havia perdido o jogo apesar de ter se esforçado ao máximo.
Ao falar foi descrevendo sentimentos limitantes como raiva, inflexibilidade, desmotivação e a frustração com os amiguinhos do time que não deram o seu máximo.
O cacique a tudo ouvia atentamente.
Assim que o neto terminou o desabafo, o sábio cacique passou a explicar que aquela tristeza e inconformismo era uma luta que estava sendo travada entre dois lobos que viviam dentro dele.
Um dos lobos era agressivo, ressentido, egoísta. Não sabia competir. Seu desejo era vencer a qualquer custo e vivia em constante confronto com o lobo gentil. O outro lobo era diferente. Tinha autocontrole, era generoso. Compreendia o valor das amizades e sabia que uma guerra não está perdida ao se perder uma batalha.
O indiozinho curioso para saber o resultado do confronto entre os lobos perguntou: Vovô, qual dos lobos vai ganhar?
Aquele que você alimentar, respondeu o sábio cacique.
Não permita que o seu bom desempenho seja sabotado por suas limitações. Afinal, qual dos dois lobos você quer que vença?
A vida não é o que você espera dela... é determinada por suas escolhas. Não permita que suas limitações impeçam você de fazer as mudanças necessárias.
Agradeço a sua companhia. Até breve!
Abraços
Isi
Outros textos sobre INTERROMPER CRENÇAS LIMITANTES. Boa leitura.
E eu nem sabia que podia.   Como interromper crenças limitantes

Vale a pena tentar.   Interromper ciclos de pensamentos que limitam

Quem disse que é impossível?    Exercício para detectar crenças sabotadoras
Você está onde se coloca.  Como mudar atitudes que travam a vida
O que você pensa que não é.   Identificar e eliminar hábitos que limitam
Me acompanhe nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher


A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis estariam adormecidas. Horácio

Por que eu?  Por que não?
Isi Golfetto
Vamos ser sinceros, quantas vezes ao enfrentarmos desafios, imprevistos, adversidades... nosso primeiro pensamento é: Por que isso tem que acontecer comigo? De fato, saber redirecionar a situação para uma perspectiva mais construtiva irá nos capacitar a converter adversidades em benefícios.
A maneira como reagimos diante das adversidades
vai determinar os resultados que vamos obter e suas consequências.
Focar na adversidade ou em como lidar com ela?
Como está a sua capacidade de reagir às adversidades... à extrema pressão? 
Em algum momento vamos ter que aceitar que a vida é feita de altos e baixos e aprender a lidar com as adversidades sejam elas quais forem.
Nesse estágio mais elevado aprendemos a não mais questionar o por que eu? e vamos simplesmente dizer... por que não?
Quando aceitamos o por que não conseguimos pensar com mais clareza deixando de lado a vitimização autodestrutiva e improdutiva. Temos a oportunidade de nos desprender e nos reestruturar. Assim, adquirimos a capacidade para lidar com o que está diante de nós e crescer.
Para lidar com a adversidade você deve se tornar maior que ela. É um trabalho de crescimento e evolução pessoal. A solução não está fora... está dentro de você!
Como converter as adversidades em benefício pessoal
Objetividade. Ao enfrentar a adversidade temos a possibilidade de descobrir a verdadeira dimensão do problema buscando informações objetivas e específicas. Evite a tensão, o desespero e se sentir uma vítima. O objetivo da adversidade não é testar o nosso valor, mas aumentá-lo.
Gerenciar a situação. As tempestades chegam e passam, assim como as adversidades. A forma como reagimos diante delas é que vai fazer a diferença entre seguir em frente ou ficar paralisado. Adversidades são situações passageiras. O que acontece de ruim não é a vida. É uma circunstância que a vida impõe com algum objetivo.
Buscar solução. Qual é o desafio que você está enfrentando? Reflita sobre o assunto. Procure enxergar a situação por uma outra perspectiva. Permita-se tirar o olhar do abismo e olhe para o horizonte. Acreditar que tudo tem solução não é otimismo. É talento!
Dar um tempo para você. Reconheça a sua sensibilidade, a sua fragilidade, os seus sentimentos e as necessidades do seu corpo. Permita-se chorar, sentir dor, dormir, descansar. Dê um tempo para recuperar o seu estado de excelência. E, se a vida não ficar mais fácil, trate de ficar mais forte!
Buscar ajuda. Procure desenvolver relacionamentos significativos. Pessoas com as quais você possa conversar e discutir sobre seus problemas sem que haja julgamento ou interpretação dos fatos. Sabemos que derrotado não é o que cai, mas aquele que desiste de levantar.
Superação. Diante das adversidades temos a chance de convertê-las em benefícios pessoais e tirar lições preciosas. Temos a oportunidade de superar o medo, a impotência, a frustração e a raiva que acompanham os momentos difíceis. Temos a chance de ampliar nossos questionamentos. Ao invés de - por que isso aconteceu comigo? repensar a frase e se perguntar... como me coloquei nessa situação? Sempre que respondemos de forma positiva e construtiva aos desafios emergem de dentro de nós forças e virtudes como a coragem, a esperança, a combatividade e a perseverança.
A solução não está fora... está dentro de você!
Conta-se que um camundongo vivia angustiado com medo de gatos. 
Um mágico, com pena dele, o transformou em gato. Mas aí o camundongo ficou com medo dos cães e o mágico o transformou em uma pantera. Então, ele começou a temer os caçadores. A essa altura o mágico desistiu. Transformou-o novamente em camundongo e disse:
Nada que eu faça por você vai ajudá-lo porque você tem apenas a coragem de um camundongo.
Quem não pode mudar o contexto do próprio pensamento, nunca será capaz de alterar a sua realidade.
A única coisa que existe entre você e o seu sonho é o seu medo. Vídeo: Superação
Coragem não é a ausência do medo, mas a capacidade de avançar apesar do medo... de seguir em frente, enfrentar a adversidade, superar e vencer!
Até o nosso próximo encontro! Por que não?
Abraços
Isi
Outros textos sobre SUPERAR A ADVERSIDADE. Boa leitura.
Depois do inverno... a primavera. Como manter o controle na adversidade.
A arte de manter o estado de paz. A reação diante dos fatos adversos determina o resultado.
Calma... é aos poucos que a vida vai dando certo. Resiliência em tempos de adversidade.
Contornando a adversidade. Como transformar a adversidade em benefício pessoal.
Não se amolde. Transforme-se. Adversidade ou uma possibilidade de se transformar?
Me acompanhe nas Páginas do Facebook
Bate-papo com Estilo. Inspiração & Motivação - Reposição Diária de Energia.
Equilíbrio Sentimental. Essência Feminina - Espaço Terapêutico da Mulher.