O que determina o seu destino são as suas decisões e não suas condições.

Vai ser feliz...
Isi Golfetto
O tempo e a vida são os melhores professores. Estão sempre nos observando e ensinando a viver de um modo que nossos pensamentos e ações atuem a favor da nossa felicidade. Quando estamos mais atentos absorvemos os seus ensinamentos... do contrário, as lições se repetem até aprendermos.
Decida a cada dia criar uma
oportunidade de ser feliz.
Com certeza você também conhece algumas pessoas que esperam a semana inteira pela sexta-feira, o ano todo pelo verão e a vida toda pela felicidade. O que será que elas fazem com a oportunidade de serem felizes hoje?
A felicidade ganhou um conceito vazio. Somos bombardeados por propagandas que despertam o nosso desejo pelo que não temos. Assim, conseguem nos mobilizar e induzir a crer que a nossa felicidade só será completa ao conquistarmos todos os nossos desejos.
Mas, alcançar a felicidade baseada em desejos nos torna reféns... se você conquistou um novo emprego, logo o desejo de ser promovido na empresa é o próximo da lista... a seguir, é um carro melhor... depois do carro... bem, a lista dos desejos segue infindável.
Percebe como o conceito de ser feliz virou sinônimo de satisfazer desejos através de obter coisas, uma após outra? Rotular a felicidade tão somente com base em aquisições ou situações externas é o caminho mais curto para a frustração.
A felicidade é um bem-estar interno, um sentimento de satisfação, uma decisão. Decisão de modificar todas as ações e pensamentos que atuam contra a felicidade. Decisão de transformar todos os dias em sextas-feiras, aproveitar o que há de melhor em cada estação e não esperar o sol brilhar para ser feliz porque ele não depende de ninguém para brilhar!
O que precisa acontecer em sua vida, hoje, para ela valer a pena? O que está disposto a fazer para tornar a sua vida, realmente, mais feliz?
Certa vez, um professor de filosofia iniciou a aula colocando algumas bolas de golfe dentro de um pote de vidro grande e vazio. Em seguida perguntou aos alunos se o frasco estava cheio. Todos confirmaram que o pote estava cheio. 
Então, o professor pegou uma caixa de bolinhas de gude e as colocou dentro do pote. As bolas de gude preencheram os espaços vazios entre as bolas de golfe e o professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio. Novamente os alunos responderam que sim.
Continuando, o professor despejou uma caixa de areia dentro do pote. A areia, por sua vez, preencheu os espaços vazios que ainda restavam, Assim, mais uma vez o professor fez a pergunta e os alunos responderam que agora, sim, o pote estava cheio.
Finalmente o professor pegou uma xícara de café e espalhou o líquido dentro do pote umedecendo a areia e, fez a seguinte aplicação: O pote de vidro representa a nossa vida. As bolas de golfe são os elementos mais importantes como a família, Deus e os amigos com os quais a nossa vida fica repleta de felicidade. As bolinhas de gude são as outras coisas que são importantes como o trabalho, o estudo, uma casa bonita, um carro novo. A areia representa todas as pequenas coisas que fazem parte da vida. Mas, se tivéssemos colocado a areia em primeiro lugar dentro do frasco, não haveria espaço para as bolas de golfe e nem para as bolinhas de gude.
O mesmo ocorre em nossas vidas. Se gastarmos todo nosso tempo e energia com as pequenas coisas nunca teremos lugar para as coisas que realmente importam.
Portanto, prestem bastante atenção ao que, de fato, traz felicidade em sua vida e crie oportunidades... levar o seu amor para um jantar especial, brincar com os seus filhos, dedicar um tempo aos seus pais e familiares, se divertir com seus amigos, e separar um tempo para você mesmo. Sempre haverá tempo para as outras coisas, mas em primeiro lugar se ocupem das bolas de golfe. 
E, o que representa o café, um dos aluno perguntou.
O café mostra que não importa quão cheia a sua vida possa parecer, sempre haverá espaço para um café com os amigos.
Quando as coisas parecem difíceis de suportar e as 24 horas do dia não parecerem suficientes, lembre-se que sempre há um espaço para o que faz a sua vida valer a pena e a torna mais feliz.
Não chame de destino as consequências das suas próprias escolhas, não se torne refém dos seus desejos e nunca permita a areia tomar o espaço do que é, realmente, essencial em sua vida. E, não esqueça... como boa professora a vida vai continuar batendo à sua porta até que aprenda a lição.
Agradeço a sua companhia.
Forte abraço
Isi

Um comentário:

  1. Saudades...
    Faz um bom tempo que não nos falamos. Como vc está? Como está o Enrico?
    Estou querendo começar a escrever no meu blog. Tenho muito a aprender como escrever com vc.
    Grande abraço

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita! Volte sempre!