É um erro confundir o desejar com o querer. O desejo mede os obstáculos; a vontade vence-os. Alexandre Herculano

Não seja um obstáculo para si mesmo...
Isi Golfetto
Qualquer coisa que vale realmente a pena conquistar sempre terá obstáculos pelo caminho. Você tem que ter essa vontade indomável, determinação exaustiva e trabalhar duro para superar cada um deles e realizar tudo o que quer.
Não há como conquistar o topo da montanha sem passar pelos obstáculos...
no final não é a montanha que conta... mas nós mesmos.
Até onde você é capaz de ir quando quer algo?
Qual o sonho que você quer realizar... viajar por vários países, fazer compras (renovar o guarda-roupa, a casa), pagar um curso no exterior para seu filho, trocar o carro, morar em outra cidade ou país, escrever um livro, ser mais feliz, emagrecer, viver um grande amor...
Independente daquilo que se propôs a alcançar todos esses sonhos têm algo em comum... foram despertados por um desejo e esse desejo irá motivar você a dar alguns passos.
O desejo de viajar, por exemplo, pode ter começado pelo seu fascínio por história e cultura de um povo ou por ter lido um artigo sobre lugares para conhecer antes de morrer. 
Esse desejo, semeado em seu coração através das sensações que foram despertadas, fica registrado e prontamente você diz - um dia vou viajar... pode escrever!
Você, então, pesquisa o local dos sonhos, elabora o roteiro, consulta hotéis, faz uma planilha com os custos... ahh... aí surge o primeiro obstáculo - os custos... você constata que os valores que poderia dispor estão muito acima do seu orçamento. Deste ponto em diante outros obstáculos começam a ocupar um espaço cada vez maior em sua lista... e a tão sonhada viagem começa a se distanciar cada vez mais dos seus planos.
Desejo é a chave para a motivação, mas é a determinação e o compromisso em perseguir o seu objetivo que permitirá que você alcance o objetivo que quer.
É um equívoco, portanto, confundir o querer com o desejar. Desejo é apenas uma intenção. Querer, ao contrário, está ligado a ações, a atitudes, a superar obstáculos.
Já reparou como um grande número de pessoas deseja ser feliz, mas as suas atitudes, quase sempre, caminham no sentido contrário à felicidade? O desejar ser feliz implica em abandonar a tristeza. Sendo assim é preciso reorientar as atitudes!
E, para reorientar as atitudes existem basicamente três pilares, segundo Carlos Hilsdorf, especialista em comportamento humano.
Abandonar as atitudes negativas que nos afastam dos nossos objetivos. Se você quer que as coisas sejam diferentes, tenha coragem de mudar seus pensamentos. O sucesso não é medido pelas alturas atingidas, mas pelos obstáculos superados.
Manter as atitudes positivas e aguardar o tempo necessário a fim de alcançar os objetivos propostos para que os resultados apareçam. Um sonho não se torna realidade através de mágica... é preciso tempo, determinação exaustiva e trabalho duro para realizar nossas conquistas.
Adquirir conhecimentos e adotar ações e atitudes para realizar os sonhos. O Universo não pode dar o que você quer até que as suas ações estejam alinhadas com os seus pensamentos. Pense que você pode e você pode!
Portanto, a diferença entre desejo e vontade está em transformar intenções em competências e ações em resultados. Escolha uma ou duas ações daquela sua lista... vá atrás do resultado. Não fique refém da sua intenção, desenvolva atitudes vencedoras!
E, de repente, num dia qualquer, acordamos e percebemos que já podemos lidar com aquilo que julgávamos maior do que nós... mas, não foram os abismos que diminuíram, fomos nós que crescemos.
As pessoas estão sempre culpando as circunstâncias onde estão ou o que elas são. Eu não acredito em circunstâncias. As pessoas que progridem nesse mundo são aquelas que vão em busca das circunstâncias que querem... e, se não as encontram... as criam. George Bernard Shaw
Não olhe para as circunstâncias... crie-as se preciso for. Sucesso sempre!
É um privilégio estar com você.
Especial abraço

Um comentário:

  1. Planejar é bom. Mas o projeto não se realiza sem ações e as ações, por sua vez, não se materializam antes da decisão.
    Eu estou aqui hoje, não por "culpa" de alguém, mas como consequência das escolhas que fiz e das atitudes para onde elas me levaram.
    Hoje colho os frutos das decisões e atitudes de ontem, não dá pra mudar.
    Mas o meu futuro eu posso.

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita! Volte sempre!