As grandes tempestades revelam hábeis marinheiros. Isi Golfetto

Navegando na tempestade
Isi Golfetto

Tempestades e ventos fortes sopram na rota dos marinheiros. Isso é inevitável. Mas, é a reação deles nesses momentos de tensão que vai fazer a diferença entre naufragar ou manter o controle da embarcação até a tormenta passar.

Enfrente as tempestades... ajuste as velas...
e oriente a sua rota um dia de cada vez!

A tempestade continua, e agora?

Quem não está se perguntando... o que mais tem para acontecer? E, sem ter o conhecimento dos fatos reais que estão por trás do que está acontecendo, a angústia e a ansiedade ganham vida provocadas pelo medo... medo de perder a saúde... medo de perder o emprego... medo de perder alguém querido... medo de se perder em meio a tudo isso.

Estamos enfrentando há mais de um ano uma tormenta que chegou sem ser anunciada e, ao que tudo indica, não há data prevista para ir embora.

O lado positivo dessa história, segundo dizem, é que nada melhor para formar bons velejadores que um mar revolto. Sendo assim, temos que ter a ousadia de um velejador, confiança ao assumir o leme, habilidade ao regular as velas conforme as condições que os ventos se apresentam e permanecer focado na rota até chegar ao destino pretendido.

Navegar é preciso e ajustar as velas é possível

Se não dá para acalmar a tempestade nem mudar a direção dos ventos, é possível ajustar as velas porque é preciso continuar a viagem.

De maneira clara, objetiva e positiva os velejadores tomam as decisões e fazem as mudanças necessárias. Um modelo que precisamos adaptar no enfrentamento das nossas adversidades.

Içar a âncora. A âncora pode representar o medo que imobiliza as suas ações. Ficar parado esperando que o obstáculo te dê passagem jamais vai acontecer. É você que tem que ultrapassá-lo. Para isso é preciso içar a âncora e retirar da sua frente o que limita a sua visão de futuro, aquilo que embaça a sua esperança e tira a sua autoconfiança. Só assim você vai ficar livre para abandonar os seus temores e se alimentar de pensamentos positivos carregados de boas energias que vão te impulsionar para continuar seguindo em direção ao seu destino.

Acompanhar a bússola. No meio da tempestade e com os ventos que sopram de todos os ângulos e com toda a sua intensidade, facilmente a sua rota será desviada. A bússola, que pode ser representada por suas experiências, conhecimentos e intuição pode te apontar um norte. Recalcule a rota e refaça o roteiro. Pode ser que por alguns momentos terá que seguir em direção ao desconhecido, que quase sempre assusta. Mas, fazer uma mudança necessária é muito melhor do que não ter a chance de recomeçar.

Manter a calma. Se o mar está em fúria alguém precisa estar sereno! Diante de situações limites é preciso equilíbrio. É fundamental entender a situação de forma mais racional para ter clareza das ações a serem executadas. A calma favorece a tomada de decisão e a concentração no resultado que se pretende obter. Estamos em processo de mudança... o tempo todo... em tudo. Nenhum dia é vivido da mesma maneira que o outro... nenhuma pessoa é a mesma para sempre... nada é permanente. Tudo muda. Tudo passa. Mude a sua atitude mental, mantenha a calma e você vai transformar dias cinzentos e tempestuosos em calmaria.

Ser ágil na decisão. Ao enfrentar as tormentas que a vida insiste em colocar em nossa rota, ser ágil na tomada de decisão quase sempre é o que vai fazer a diferença entre naufragar ou manter o controle da embarcação. Sabemos, contudo, que, eventualmente, uma decisão tomada pode não ser exatamente a mais apropriada. Se deu errado, tenta outra vez. Não fique lamentando o episódio ou procurando culpados. Use essa energia e esse tempo precioso para agir, corrigir e mudar a situação. Faça do acontecimento uma experiência de aprendizado.

Focar no destino. Focar no destino é o que faz o caminho aparecer. Independente dos ventos que teimam em desviar você da rota, o que vai te manter na direção dos seus objetivos não são as condições em que você se encontra, mas as suas decisões, a sua determinação e a sua perseverança em alcançar o seu destino, no matter what!

Tome o leme da sua vida em suas mãos. Não tenha medo de navegar com o mar em fúria. Ajuste as velas de acordo com os ventos. Crie meios de se adaptar às mudanças. Assim que essa tormenta tiver passado, você eu sairemos dela velejadores muito mais experientes, ousados e autoconfiantes.

Não permita que o atual infortúnio seja um obstáculo em sua viagem! 

Nada é permanente... isso também vai passar.

Que bons ventos nos guiem!
Grande abraço
Isi

Textos sobre SUPERAR A ADVERSIDADE. Click no link e Boa leitura.

Calma... é aos poucos que a vida vai dando certo.  Resiliência.

Aguenta firme.  Algumas tempestades chegam para testar as nossas raízes.

Tempestades, cada um tem a sua.  Não existe a tecla deletar tempestades.

2021 #vaidarcerto.  O que foi isso... 2020!!!

Me acompanhe nas Páginas do Facebook 

Bate-papo com Estilo Frases. Mensagens que Inspiram 

Equilibrio Sentimental. Essência Feminina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita! Volte sempre!