COMO OUVIR COM EFICÁCIA

Você é um bom ouvinte?

Isi Golfetto

Se o que tens a dizer não é mais belo que o silêncio, então cala-te. Pitágoras

Há pessoas que não conseguem se calar mesmo quando estão sozinhas. Outras ficam impacientes ao ouvir o outro porque não conseguem silenciar seus diálogos internos.

Ouvir não é apenas esperar o outro terminar a sua fala para retomar ao insaciável desejo de falar sobre aquilo que gravita em sua volta.

Ouvir pede silencio interior. É uma decisão de se esvaziar e respeitar o colega de diálogo.

Ouvir é uma arte que exige disciplina, treino, paciência, empatia, humildade, generosidade.

Para saber se você é um bom ouvinte apresentamos um teste atribuído a © L A Costacurta Junqueira, vice-presidente do Instituto MVC

Leia as questões e avalie-se e dê uma pontuação na escala de 1 a 4, sendo 1 para a alternativa -nunca- e 4 para a alternativa -sempre.

Escolha uma ou mais pessoas com quem se relaciona habitualmente para que respondam sobre você. Assim poderá comparar os resultados das avaliações.

1. Você permite que o outro se expresse sem interrompê-lo?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

2. Você escuta nas entrelinhas, procurando o sentido oculto das palavras, especialmente quando a pessoa usa linguagem de significado não claro?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

3. Você se esforça para desenvolver sua habilidade para reter informações importantes?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

4. Você registra os detalhes mais importantes de uma conversação?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

5. Ao recordar um acontecimento qualquer, você se preocupa em localizar e registrar os fatos mais importantes e as palavras-chave?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

6. Você repete para o seu interlocutor os detalhes essenciais de uma conversa, antes que ela chegue ao fim, visando confirmar o que foi entendido?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

7. Quando em conversa com outra pessoa, você começa a imaginar a resposta apenas quando o outro concluiu suas ideias?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

8. Você evita tornar-se hostil quando o ponto de vista do seu interlocutor difere do seu?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

9. Você ignora fatos paralelos que interferem na conversa, quando está ouvindo?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

10. Você sente e transmite um interesse genuíno no que o outro está dizendo?

Nunca

Raramente

Quase sempre

Sempre

Interpretação do resultado

Se você alcançar 32 pontos ou mais, você é um bom ouvinte. Alguém que desperta confiança e que sabe captar as ideias dos seus interlocutores.

De 27 a 31 pontos você está entre os ouvintes médios.

De 22 a 26 pontos aponta para a necessidade de uma prática consciente da arte de ouvir bem, a fim de superar algumas deficiências.

Abaixo de 21 pontos significa que, provavelmente, boa parte das mensagens que você escuta são deturpadas e retransmitidas com “interferências”.

Com o resultado da avaliação você já pode identificar os pontos principais que vai precisar desenvolver para ouvir o outro com eficácia. Eles estão nos itens avaliados com 1 ou 2 pontos. O objetivo é eliminar o “nunca” e o “raramente” de sua lista.

Técnicas para ouvir com eficácia

Para melhorar a sua capacidade de escutar coloque em prática as seguintes técnicas:

Aprenda a permitir que os outros expressem seus pensamentos sem interrompê-los.

Aprenda a ouvir o que não foi dito, pois nem sempre o outro expressa tudo só com palavras.

Concentre-se em desenvolver a sua capacidade de retenção do que ouve.

Não se exalte ou se irrite se as ideias do outro forem contrárias às suas convicções.

Aprenda a não prestar atenção às interferências ou distrações do ambiente.

Quando conhecemos os principais fatores que afetam a nossa capacidade de ouvir com eficácia podemos ter uma base para seguir adiante nos aprimorando.

Foi um prazer estar em sua companhia.

Um forte abraço, até breve.

Isi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita! Volte sempre!